[Resenha] Ugly Love (O Lado Feio do Amor)

ugly-love-desejoliterarioLivro: Ugly Love
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Ano: 2015
Páginas: 334
Sinopse: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.
O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

Fala Galera!

Cês sabem o quanto eu amo a Colleen Hoover né? Então vou apresentar para vocês mais um dos meus livros favoritos dela.

Ulgy Love conta a historia da Tate, uma enfermeira que acaba de se mudar para São Francisco para um mestrado, ela vai morar com seu irmão Corbin, em um prédio onde só moram pilotos aereos. Lá ela conhece o charmoso e misterioso Miles, por quem se sente profundamente atraída e é retribuida. Porém, Miles lhe impõe duas regras aparentemente simples: Sem perguntas para o passado, e sem esperanças para um futuro. Aparentemente, o sexo é a unica coisa que liga os dois. Tate prometeu não se apaixonar. Mas agora já é tarde demais para isso.

Preciso dizer que eu realmente não sei como a Tate se segurou tanto tempo uma paixão pelo Miles. Eu me derreti na primeira cena em que ele parece (tenho um fraco por pessoas quebradas emocionalmente). O mas interessante para mim nesse livro, foi a forma como a Colleen desenvolveu o enredo. Saindo de dois romances destruidores ela nos entrega a Tate, uma mocinha totalmente diferente da Lake (Métrica) e da Sky (Um caso Perdido). Uma protagonista que está completamente satisfeita com a relação de “apenas sexo” (pelo menos no começo), e tem como foco suas realizações do que um romance. O Miles segue o padrão dos mocinhos de coração partido, com a diferença de ser um cara extremamente voraz na cama (ele passou 6 anos sem sexo gente. Nada. Nadinha de nheconheco.). Porém seu passado o impede de se apaixonar, com medo de que o lado feio do amor que um dia ele conheceu venha a se repetir.

A escrita Colleen é mais do que envolvente, ela te faz sentir diversas emoções durante todo o livro de uma forma que você não vai conseguir larga-lo depois de começar. A edição da Record para esse livro deixa a desejar: páginas branca, folha muito fina, impressão com algumas manchas… Mas eu vou relevar tudo por que eles me proporcionaram um momento único, que foi conhecer a Colleen durante a bienal do Rio.

WP_20150906_019

WP_20150906_009

WP_20150906_006

Valeu apena sair de casa as 4h da manhã 😍
Valeu apena sair de casa as 4h da manhã 😍

O livro ja teve seus direitos comprados para o cinema e o filme está previsto para ser lançado em 2016. Mr. Grey que se segure, Miles Archer está chegando!

O cantor Griffin Peterson a pedido da autora, fez uma musica para o livro que também estará no filme:

E eu estou aqui contando os dias para esse filme lançar!

IMG-20150906-WA0006

Um Cheiro, e até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s