[Especial] Dia Internacional da Mulher

Fala galerinha!

Hoje dia 8 de Março é o dia Internacional da Mulher.

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho. A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Para comemorar essa data, pedimos a nossos colaboradores que escolhecem na ficção as suas protagonistas femininas favoritas e nos justificassem o por quê da escolha:

(Vivi)

Busujima Saeko
Uma das personagens de HighSchool of The Dead, do criador Daisuke Sato, uma série que retrata um grupo de colegiais diante de uma crise epidêmica que converte as pessoas infectadas em zumbis, uma prerrogativa para um visão apocalíptica por catalisador biológico.
Nesse grupo a mais notável ao meu ver é Busujima Saeko, uma veterana, uma  especialista em kendô, ela além de ser uma excepcional espadachim é menos romantizada e sua personalidade sempre concentrada e equilibrada são suficientes para que eu afirme que a líder do grupo era facilmente para ter sido ela.
Porém em um universo criado em volta de uma visão ecchi – sexual, apelativo – o enredo fica na premissa do público alvo, inserindo todo o tipo de duplo sentido, por isso alguns possuem uma relação de amor e ódio com essa obra.
Mas amor mesmo é a Saeko que faz qualquer um suspirar, delirar e até gritar de emoção, uma colegial com tanto tato para situações sufocantes é para aplaudir, além de ser perseverante, ela se tem alta estima, insegurança ela tem, mas não faz disso uma capa que ela deveria usar o tempo todo, isso tudo sem perder um pingo da sua feminilidade. Cada passagem com a Saeko é uma das melhores e ainda levando em consideração de que se não fosse a sagacidade dela quanto a questões lógicas e de sobrevivência poderia ter sido desastroso – mais do que a própria situação já é.
busujima-saeko-full-511958
(Gui)

Vanessa Ives (Penny Dreadful)

Pedir para escolher minha personagem feminina preferida é tortura demais!  Mas com muita dor cheguei a uma conclusão. Essa personagem é a Vanessa Ives, da série Penny Dreadful.
Vanessa é a personagem principal e que rouba todas as a atenções da série. Ela é uma médium e cartomante do século XVII, cheia de mistérios e demônios. Ela é a líder de um grupo que, a princípio busca resgatar sua melhor amiga de infância de criaturas sobrenaturais, que acude a ela em sonhos. A partir de aí, ela se descobre como muito mais que cartomante. Vanessa é uma ponte entre dois mundos, estando sempre em perigo.
Com certeza Vanessa Ives é minha personagem feminina favorita, pois ela representa tudo que eu mais gosto em uma personagem. Uma badass, mas ao mesmo tempo humana. E o que dizer de Eva Green no papel? Parece que ela nasceu para dar vida à personagem.

Penny-Dreadful-Vanessa-Ives

 

(Lari)

Juno MacGuff  – Filme: Juno

Juno MacGuff do filme Juno, interpretada por Elllen Page, que foi indicada ao Oscar

pelo papel.

Juno inesperadamente se torna um adolescente grávida. E sabendo que não conseguiria

cuidar da criança tenta abortar, porém desiste então ela decide entregar a criança para

adoção. Ela encontra o casal perfeito e os escolhe para serem pais da criança.

Sarcástica, corajosa e decidida Juno começa a descobrir sobre o amor, descobre que ele

tem diversas nuances e que nem sempre são belas, e que as vezes assustam.

Juno é uma protagonista divertida e que gosta de ser diferente, e é uma protagonista que

está crescendo, que está se conhecendo. Ela descobriu como era o amor encarando uma

situação adversa. Mesmo grávida Juno tentou seguir com sua vida e depois de entregar

o bebê para a pessoa que ela tinha certeza de que era a certa. Durante sua gravidez ela

amadureceu, aprendeu e descobriu o mundo. Juno é mais uma garota que engravidou

por acidente na adolescência, isso não acabou com a vida dela, isso não a tornou

inferior, e as decisões que ela tomou foram dela, ela decidiu o que fazer com seu corpo.

E ela é um exemplo de que mulheres não têm que ser perfeitas, elas têm que ser elas

mesmas.

juno_1

(Alê)

Drª Annaliese Keating – How to Get Away With a Murder

A professora Annaliese, é um personagem brilhantemente encenado pela Viola Davis. Melhor professora de direito crimminal da Filadelfia, Melhor advogada Criminalista, a Drª Keating lutou pela sua posição social desde sempre, enfrentando todos os obstaculos (desde o preconceito por ser mulher, negra e pobre) para chegar a onde está. E mesmo qaundo todos pensavam que ela deveria escolher o coração a justiça ela faz jus ao seu titulo de Melho Criminalista do Estado.

A Drª Keating é um reflexo da força que as mulheres vem assumindo nos ultimos anos. Não só assunmindo o lugar dos homens, como muitas vezes sendo melhor que eles.

 

20141007_inq_dm1murder07z-a

 

Anúncios

Um comentário em “[Especial] Dia Internacional da Mulher

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s