[Resenha] Assombrado

assombradoLivro: A Mediadora - Assombrado
Autora: Meg Cabot
Ano: 2006
Editora: Galera Record
Páginas: 240
Sinopse: Suzannah passou o último verão no Pebble Beach Hotel and Golf Resort. Não, ela não estava hospedada com os ricaços. Em vez disso, tomava conta dos filhos deles. E foi assim que ela conheceu Paul Slater: Suzannah era a babá do irmãozinho dele, Jack, e Paul acabou se encantando por ela.
Mas é claro que quando um garoto bonitão se interessa por ela as coisas não podem simplesmente dar certo. Assim como Suzannah, os irmãos Slater são mediadores. 
A única diferença é que o pequeno Jack ainda não sabe lidar com isso, enquanto Paul sabe até demais, pois se revelou um garoto realmente cruel, deixando Suzannah apavorada.
Mas todo esse pesadelo acabou junto com as férias de verão. Ou, pelo menos, era o que Suzannah pensava.

Esse livro é o êxtase quanto a essa série!

Agora a vida de Suzannah já complicada fica uma bola de neve, quando a garota mal terminou de resolver alguma dificuldade anterior, surge uma nova e se soma a sua rotina já acumulada de assuntos inacabados, o principal deles vive em seu quarto e atende pelo nome de Jesse, agora ele se torna tudo em que ela pode pensar e que sabe que não deveria, mas o mistério a atrai e ela quer saber o porquê de ele ainda ser um vagante.

O relacionamento entre Suze e Jesse parece ter ido de morno, para uma temperatura negativa, uma nova descoberta promete balançar a vida não tão pacata de Suze e quem revela isso? Ele mesmo, a lata amassada que ninguém prioriza no mercado, Paul Slater, o garoto é bom de lábia, apesar dos apesares, algumas verdades ele sabe e diz. Por outro lado, para Suzannah os conhecimentos e avanços proporcionados pelo garoto vão de bem-vindos a temerários, a mente de Paul é estranha, ele sabe mais do que ela sequer poderia imaginar e uma nova possibilidade relacionada aos seus dons de mediação parecem estar prestes a mudar o jogo,

O que era simplesmente errado. Porque eu não estava apaixonada por Paul Slater. Certo, o cara por quem eu estava apaixonada…
a) estava morto, e
b) aparentemente não tinha um interesse real num relacionamento comigo. Mas isso não significava que eu achasse que podia me jogar em cima do primeiro gostosão que por acaso aparecesse. Quero dizer, uma garota tem de ter princípios … 

O que nesse momento leva Suze a uma crise emocional, não aquela por vezes comum pelo período juvenil, nem mesmo da fase “rebelde”, primeiro é a possibilidade estar em possível triângulo amoroso, com um cowboy fantasma gato e  outro cara, só que esse é potencialmente maníaco com um appeal e tanto. Em seguida vem o novo caso da mediadora que envolve além de manter a própria vida – lógico! – envolve afastar brigas e salvar um fantasma das mãos de um meliante (??)

– Pode não ser justo – observou David – mas é a ordem natural das coisas. Darwin provou que os mais fortes da espécie tendem a ter mais sucesso, e Paul Slater é um espécime físico soberbo. Cada pessoa do sexo feminino que entra em contato com ele, pelo que eu notei, tem uma propensão nítida a exibir o comportamento de ajeitar as penas.

Para fechar com chave de ouro, o livro reserva muitas surpresas e leva o leitor a uma montanha russa de sensações, querer estapear um personagem e abraçar no momento seguinte não é anormal, mas melhor que é isso, é o meio-irmão mais novo de Suze, David – que ela chama como Mestre – o garoto está mais do que acima da média e prova ter um perceptibilidade maior do que a garota imaginava, nem mesmo Jesse está aquém da sagacidade do pequeno gênio, que faz o que pode para apoiar a irmã e entender o que se passa na vida dela.


O coração já acelera lembrando do está por vir!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s