[Variedades] Orange

Hoje tem um seinen shoujo ^^

Sob autoria da Takano Ichigo, Orange vai além de um shoujo sobre um romance escolar, catalisando reflexões sobre a juventude, oportunidades e arrependimentos, afinal se tivesse a chance de mudar tudo o que pudesse e evitar arrependimentos, você o faria?

Naho e KakeruÉ o que acontece com Takamiya Naho, que não era nada além de uma colegial comum de 16 anos, até que no início do seu ensino médio encontra uma carta endereçada a ela, só que a é remetente é ela mesma, a Naho de 10 anos à frente. A finalidade da carta é até simples: evitar os arrependimentos que a Naho levou durante todo esse período do colégio até o futuro, incluindo até mesmo dar um futuro ao novo colega de classe dela, Naruse Kakeru, um aluno transferido de Tóquio.

A situação surpreende Naho, afinal é além de loucura, surreal demais para ser levado de todo a sério, mas sendo ela que tem como característica se sensibilizar com o seu entorno, quando a sua eu do futuro lhe pede “uma mãozinha” ela não consegue simplesmente desconsiderar e começa a perceber que o conteúdo da carta realmente está se concretizando, o que então levaria ao inevitável, Kakeru não terminaria o ensino médio e somente ela, Hiroto Suwa, Takano Chino,  Murasaka Azusa e Saki Hagita estariam no futuro 10 anos a frente.

OrangeTemer o futuro começa a abalar Naho, mas quando ela se vê ainda mais envolvida com o misterioso Kakeru, ela lamenta as ações que não tomou quando a carta lhe instruiu a fazer. Enquanto tenta agir sozinha, mudando a si mesma e tentando manter o apoio dos amigos nessa corrida contra o tempo, Naho não só descobre uma nova faceta de si, como também decide que é melhor fazer algo, do que passar todo esse tempo remoendo o que poderia ter feito, como a Naho de 26 anos no futuro.

A Takano não só brilhantemente teceu um enredo reflexivo, com traços de “fantasia”, que se dão pelas cartas – o plural é proposital, ~spoiler~ desde que Naho não foi a única a receber uma carta da sua eu de 10 anos depois – que retornaram no tempo, mas também demonstra sua dedicação em inserir conclusões cientificas sobre um possível paradoxo temporal.

orangeMesmo com uma história tão bem construída quem conhece a mais tempo sabe, ou até mesmo quem decidir pesquisar sobre, que Orange teve períodos turbulentos até fechar prematuramente em 5 volumes, saindo de publicação pela revista Bessatsu Margaret – que conheço mais como Betsuma -, para a Gekkan Action, da Futabasha, fazendo a obra mudar de gênero de shoujo para seinen – ao pé da letra se refere a “mangás para homem”, com teor da história mais denso e tendo como o núcleo geralmente, um personagem masculino -, no entanto para muitos fãs da própria Takano e leitores da obra – eu principalmente -, não conseguem encaixar Orange como algo diferente de shoujo. Porém a mudança foi necessária para que a Ichigo-sensei conseguisse dar prosseguimento a história como obra física, já que ela chegou a considerar converter a trama em uma web-comic depois de ter de sair da Betsuma.

Atualmente, temos Orange completo no Brasil pela JBC Mangás e obra também se recuperou dos baques passados, com uma adaptação em live-action e no Haru de 2016 – temporada de Verão japonês de 2016 -, Orange teve sua estreia na adaptação para anime, uma dica para quem ainda não quer começar o mangá, que não se convenceu, ou que prefere assistir, recomendo, está em lançamento atualmente, com um episódio novo a cada domingo, se preparem para se sensibilizar e desenvolverem uma nova perspectiva do mundo.


Espero que curtam essa dica!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s