[Resenha] Sedução da Seda

capa seducao da sedaLivro: Sedução da Seda - As Modistas 1
Autora: Loretta Chase
Ano: 2016
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Sinopse: Talentosa e ambiciosa, a modista Marcelline Noirot é a mais velha das três irmãs proprietárias de um refinado ateliê londrino. 
E só mesmo seu requinte impecável pode salvar a dama mais malvestida da cidade: lady Clara Fairfax, futura noiva do duque de Clevedon.
Tornar-se a modista de lady Clara significa prestígio instantâneo. 
Mas, para alcançar esse objetivo, Marcelline primeiro deve convencer o próprio Clevedon, um homem cuja fama de imoralidade é quase tão grande quanto sua fortuna. 
O duque se considera um especialista na arte da sedução, mas madame Noirot também tem suas cartas na manga e não hesitará em usá-las. 
Contudo, o que se inicia como um flerte por interesse pode se tornar uma paixão ardente. E Londres talvez seja pequena demais para conter essas chamas.

Depois do sucesso que se tornou O Príncipe dos Canalhas e posteriormente O Último dos Canalhas, aqui no Brasil, com personagens femininas vibrantes e destemidas, a Arqueiro prosseguiu e nos agraciou com a série As Modistas da Loretta Chase, que não cansa de surpreender com seus enredos cheios de encantos, malícia e com ainda mais personalidade e casais em potencial com um atrito de ideais vigoroso e eloquente.

As três temidas irmãs Noirot, Marcelline, Sophia e Leonie são detentoras de um tato peculiar para lidar com o próprio negócio, afinal mulheres como lojistas não era de bom tom, ainda mais com uma descendência francesa, somando a isso o fato de suas produções serem voltadas a valorizar a mulher, a esculpir o corpo feminino envoltos em belos tecidos e os mais finos espartilhos e acessórios, as mesmo tempo moldando a auto estima de suas clientes com beleza e requinte.

Cada uma das irmãs é dotada de um dom peculiar para gerir o negócio, Leonie é a ruiva e a mais nova, é também excepcional com cálculos, dinheiro e possibilidades, enquanto isso Sophia a loira e irmã do meio, tem a destreza de manipular através de ações e principalmente de palavras, uma pena é uma arma na mão dela. Para serem lojistas, as criações devem possuir um tom único e esse dom é atribuído a irmã mais velha e morena, Marcelline, que assim como todas as outras sabe como tirar proveito das situações, sendo autora das obras de arte produzidas pelas Noirot, afiada no desenho, Marcelline é o gênio responsável não só por criar vestidos, como por manter a loja nos eixos.

– Se o senhor queria um animalzinho domesticado, Vossa Graça, deveria ter escolhido outra mulher.
Ela se enfiou no meio da multidão, a renda preta e os laços vermelhos flutuando sobre a cintilante mistura de ouro e rosa do vestido.

A carreira de modistas esconde o passado sombrio das Noirot e a verdadeira descendência delas, além dos inúmeros obstáculos superados até a presente, além de possuir uma mente vasta para criar e desenhar. Os modos refinados e a fala macia são pontos fortes das irmãs e principalmente de Marcelline, que assume a responsabilidade de vestir e desfilar os mais belos trajes, atraindo novas clientes, enquanto assume riscos, como fofocas – habilmente manipuladas por Sophia – e convence os clientes mais inalcançáveis, desde enfadonhas ladies até os maridos, cujo os bolsos cheios de dinheiro são prioridade para ascender as Noirot como as melhores modistas de Londres, ou melhor do mundo.

– Talvez você não possua o conjunto usual de escrúpulos, moral e ética e coisas assim, mas não engana suas clientes.
– Eu as manipulo. Quero o dinheiro delas. 

Gervaise é o notável duque de Clevedon, além do vigor, beleza, charme, arrogância e notável dom para sedução, Clevedon é noivo a anos de Lady Clara Fairfax, que através do aperto do irmão da jovem lady e melhor amigo do duque, Harry, conde de Longmore viabiliza uma euforia quanto a proximidade de realização do esperado matrimônio. Um casamento vantajoso para modistas que desejam destaque no mercado, afinal vestir a futura duquesa é vigorar o status de modistas conceituadas e detentoras do privilégio grandioso de vestirem um ícone da sociedade, contudo para atrair a Clara, quem acaba como é alvo é ninguém menos que o duque, que como um aristocrata até então despreocupado não sabe as artimanhas e a lábia de uma mulher obstinada como madame Noirot.

– Às favas com o vestido! – exclamou Longmore. – Você anda ingerindo ópio? Bebendo absinto? Contraiu uma febre? Gonorreia? Pelo que sei, ela sobe para a cabeça. Aquela costureira…
– A qual delas você se refere? Temos três aqui.
– Não brinque comigo – retrucou Longmore. – Por Deus, você sozinho é uma provação para a paciência de todos os santos e mártires juntos. 

O primeiro volume da intrigante série das Modistas de Loretta é um bordado intrincado de desejo, sedução e uma acalentadora narrativa com detalhes minuciosos dos mais diversos vestidos, um banquete à imaginação, além de uma leitura deliciosa e de deixar as pernas bambas com um sem fim de acontecimentos surpreendentes e um enredo com aquele gosto de quero mais.


se enredem na sensualidade desmedida das modistas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s