[RESENHA] SIMON vs. A AGENDA HOMO SAPIENS

996full-love,-simon-posterLivro: Simon vs. A Agenda Homo Sapiens

Autor (a): Becky Albertalli

Editora: Intrínseca

Ano: 2015

Páginas: 256

Sinopse: Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.  Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar.  Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu.

Simon chegou para mim em um momento conturbado: fim do semestre. Então fiz, com ele, o que faço com todas as coisas que me aparecem nesses momentos: empurrei com a barriga. E foi a melhor decisão que eu já poderia ter tido.

Esse livro é aquele tipo de leitura a ser feita em um momento só seu. Você decide quando, onde e em que ritmo quer ler, o que eu, sinceramente, acho que não será necessário, pela dinâmica e facilidade de ler esse livro.

É uma delícia ler esse livro, que é a estreia de Becky Albertalli. Nesse caso, ela retrata um dos grandes dilemas que rodeiam os jovens: crescer, e todos os mistérios/medos/inseguranças que rodeiam essa fase e ainda, no caso de Simon, as inseguranças triplicam, afinal ele é gay e não sabe como será a reação das pessoas ao saberem sobre o fato.

Como um apoio, ombro amigo, confidente, temos a figura de Blue, um garoto de sua escola com quem vem trocando e-mails. Ambos dividem esse sentimento de “sair do armário” e como fazê-lo. Assim, desenvolvem uma relação que não é capaz de ficar somente entre e-mails trocados.

“Você é o herói hoje, Blue. Você derrubou seu próprio muro. E talvez o meu também.”

Porém, infelizmente, nada é como planejamos ou queremos, assim o grande segredo de Simon cai nas mãos de Martin, que quer tirar proveito dessa situação delicada vivida pelo garoto. A partir disso, a narrativa se desenvolve em torno da chantagem de Martin, da dúvida em torno de quem seja Blue (inclusive me sinto a própria CSI por ter descoberto antes do livro contar) e como Simon lida com esse e outros problemas que cercam ele e seus amigos.

Não tem como você não se apaixonar por esse livro. Tudo nele contribui para que a experiência de leitura seja a melhor possível e, no meu caso, exceda as expectativas. A maneira como a autora escreve, os personagens (!!!!), as relações construídas ao longo livro… TUDO.  Pessoalmente, espero que meu amigo gay seja tipo Simon e que ele tenha a sorte de ter um Blue para dividir suas angústias. E espero também, que vocês gostem de Simon vs. A Agenda Homo Sapiens tanto quanto eu gostei.

Ah! Quase ia esquecendo!!! Tenho dicas e sugestões

DICAS: fiquem de olho na data de estreia da adaptação de Simon vs. A Agenda Homo Sapiens! SIM, essa belezura vai virar filme e já tem até trailer, Para ver é bem simples: Youtube> pesquisa> Love, Simon. Ou https://www.youtube.com/watch?v=ykHeGtN4m94

SUGESTÃO: depois que terminar de ler coma oreos e beba leite. Vai fazer maravilhas em seu corpo recém impactado por essa leitura.

Love,

Nath.

 

Anúncios