[FILMES] THE POST: A GUERRA SECRETA

downloadDireção: Steven Spielberg
Ano de Lançamento: 25 de janeiro de 2018
Elenco:  Meryl Streep, Tom Hanks, Sarah Paulson, Bob Odenkirk e Alison Brie
Gênero:  Drama Jornalístico
Duração:  1h 56m
Sinopse: Ben Bradlee (Tom Hanks) e Kat Graham (Meryl Streep), editores do The Washington Post, recebem um enorme estudo detalhado sobre o controverso papel dos Estados Unidos na Guerra do Vietnã e enfrentam de tudo para publicar os bombásticos documentos.

 

Em um dos seus trabalhos mais refinados e com um elenco de grandes nomes, Spielberg transforma uma história sobre o publicar ou não de uma matéria em algo grandioso, com um roteiro muito bem feito e amarrado, onde a liberdade de imprensa e o poder da mulher são discutidos e trabalhados cena a cena.

The Post: A Guerra Secreta é um thriller jornalístico que fala sobre o Pentagon Papers, um estudo feito entre os anos de 1967 à 1969 e foi vazado para a imprensa, onde detalhava em 7.000 páginas como os presidentes americanos (John Kennedy, Lyndon B. Johnson, Dwight B. Eisenhower e Harry S. Truman) mentiram por anos para o Congresso e população sobre a Guerra no Vietnã, no qual, mesmo já sabendo que a derrota americana já era certa, o governo continuava a mandar jovens soldados para a guerra.

3

Em 1971, Daniel Ellsberg, um analista militar que trabalhou no estudo, vazou os documentos para os jornais “The New York Times”, que lançou uma parte dos estudos em primeira mão, e para o “The Washington Post”, que era um jornal mais local e resolve também escrever sua própria história em cima dos dossiês, em parte para elevar a sua reputação na época. O editor-chefe Ben Bradlee (Tom Hanks) foi quem decidiu fazer uma grande matéria evidenciando os arquivos secretos do governo, enquanto a proprietária do jornal, Kay Grahan (Meryl Streep), fica na dúvida entre postar a matéria ou abafá-la, já que isso iria comprometer a situação já crítica do jornal, que estava com problemas financeiros, já que o então presidente Nixon não iria deixar barato.

The Post: A Guerra Secreta muito poderia lembrar do ótimo Spotlight (2015) e do Todos os Homens do Presidente (1976), mas o que diferencia este ótimo filme é que ele não se trata de uma investigação jornalística como os dois filmes citados acima, ele fala sobre o dia a dia de um jornal, sobre a disputa entre a primeira página e de quem iria postar a melhor matéria. Por conta disso, o filme por vezes pode estar um pouco monótono o que poderia facilmente se transformar em uma história cansativa, visto que ele é trabalhado em diálogos grandes, mas todos eles foram muito bem pensados, nós temos um produto final com um roteiro muito bem amarrado e coeso.

2

A produção de filme é o que nós já esperaríamos de um filme qualquer do Spielberg, que é um diretor que conhece o poder de um roteiro quando tem em mãos. Com uma reconstrução de época fiel, junto a caracterização dos personagens, uma ótima fotografia, feita pelo conhecido Janusz Kamiński, a construção das cenas dos deixavam mais perto deles e fazia com que nós pudêssemos sentir a pressão que eles estavam sentindo quando era pra estar presente.

Já no elenco somos agraciados pelo talento de Meryl Streep, que com a personagem recebe a sua 21ª indicação ao Oscar, um recorde de indicações da premiação. Meryl dá mais uma aula de atuação na pele da personagem Kay Grahan, que no início se encontra um pouco apagada, mas que no decorrer do filme mostra toda a sua força. Tom Hanks entrega mais um trabalho bem seguro se firmando mais uma vez como um dos melhores atores da indústria hollywoodiana. Temos também participações da incrível Sarah Paulson e da Alison Brie, estrela da série da Netflix, Glow, e que foi recentemente indicada a um Golden Globe por melhor atriz de comédia.

The Post nos traz um conflito sem barreiras no mundo jornalístico, no governo, e nos valores americano, um filme que começa lento mas que aos poucos vai pegando uma velocidade implacável de cenas e diálogos bem escritos. Definitivamente um dos melhores filmes do ano e que merece um pouco do seu tempo.

 

Confira o trailer do filme logo abaixo:

Anúncios

[AlêNews] Morre Ursula K. Le Guin, aos 88 anos

Hoje, 23 de Janeiro de 2018, o meio literário se entristece, ao receber a notícia do falecimento de uma das maiores autoras de ficção e fantasia do mundo.

Aos 88 anos, morre Ursula K. Le Guin, autora do Ciclo de Terramar, a mão esquerda da escuridão e tantas outras obras. Ursula se destacou como uma das maiores escritoras de ficção científica do mundo, com títulos traduzidos para mais de 40 idiomas, e milhões de cópias vendidas ao redor do mundo.

Romances como “A mão esquerda da escuridão”, “Duna”, “O tormento das trevas” (chamado por Phillip K. Dick de “um dos melhores livros básicos da nossa civilização”) e a série “O ciclo de Terramar” a consagraram entre os seus pares e, sobretudo, junto ao público.

Ursula K. Le Guin morreu aos 88 anos nesta terça-feira, em sua casa em Portland, da qual saía cada vez mais raramente. O falecimento foi confirmado pelo filho, Theo Downes-Le Guin, que não especificou a causa, mas comentou que a escritora já enfrentava problemas de saúde por vários meses.

É com enorme pesar e tristeza que damos essa notícia a seus fãs e admiradores. É sem dúvida uma perda imensurável para literatura mundial. Mas conforta nossos corações lembrar que Ursula está imortalizada em seus livros e em nossos corações.

Fonte de pesquisa: O Globo

[AlêNews] LADY BIRD – A HORA DE VOAR” GANHA NOVO TRAILER INÉDITO

Com mais de 170 avaliações positivas no Rotten Tomatoes, tornando-se a produção mais bem classificada pela imprensa norte-americana desde Toy Story 2, “Lady Bird – A Hora de Voar” (Lady Bird) acaba de ganhar um novo trailer inédito, que pode ser assistido aqui.

Dirigido por Greta Gerwig e protagonizado por Saoirse Ronan – vencedora do Globo de Ouro na categoria de Melhor Atriz -, o filme é situado em Sacramento, na California, e é um olhar sob as relações que nos moldam, as crenças que nos definem e a beleza ímpar de um lugar chamado lar.

Transitando entre humor e emoção, o filme apresenta a relação turbulenta entre mãe e filha. Adolescente, Christine (Saoirse Ronan) luta contra, mas é exatamente como sua mãe (Tracy Letts), uma enfermeira descontrolavelmente amável, profundamente teimosa e obstinada que trabalha incansavelmente para manter sua família depois que o pai (Laurie Metcalf) perde o emprego. A estreia está marcada para 15 de fevereiro.


Fonte: Espaço Z MKT

[AlêNews] Extraordinário alcança marca de 6 milhões de espectadores no Brasil e recebe indicação ao Oscar 


A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood acaba de divulgar a lista dos nomeados ao Oscar 2018 e indicou “Extraordinário” (Wonder), de Stephen Chbosky (de “As Vantagens de Ser Invisível” e roteirista de “A Bela e a Fera”), na categoria de Melhor Maquiagem e Penteado. A 90ª cerimônia do Oscar está marcada para 4 de março de 2018, no Teatro Dolby, em Los Angeles, com apresentação do comediante Jimmy Kimmel.

Além do Oscar, o longa protagonizado pelos atores Jacob Tremblay, Julia Roberts e Owen Wilson, concorre ao prêmio de Melhor Maquiagem e Penteado, com Naomi Bakstad, Robert A. Pandini e Arjen Tuiten, na 71ª edição do BAFTA,  o “Oscar britânico. Os prêmios Bafta serão entregues em 18 de fevereiro, em Londres.

Em cartaz há 7 semanas, “Extraordinário” atingiu a marca de 6 milhões de espectadores no Brasil e, com a boa sustentação, o filme permanece em exibição em 496 cinemas do país.

 https://youtu.be/aWYVQvODPqQ

Inspirada no best-seller de R.J. Palacio, a produção retrata a vida do garotinho Auggie Pullman (Jacob Tremblay), que nasceu com uma séria síndrome genética que o deixou com deformidades faciais, fazendo com que ele passasse por diversas cirurgias e complicações médicas ao longo dos seus poucos anos de vida.  Com a ajuda de seus pais Isabel (Julia Roberts) e Nate (Owen Wilson), o menino procura se adequar a uma nova rotina quando ingressa pela primeira vez numa escola convencional.

Fonte: Espaço Z MKT