[FILMES] O INSULTO

3906404.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Direção: Ziad Doueiri
Ano de Lançamento:  8 de fevereiro de 2018
Elenco: Rita Hayek, Adel Karam, Kamel El Basha, Diamand Bou Abboud, Camille Salameh
Gênero: Drama
Duração: 1h 52m
Sinopse: Em Beirute, um insulto explosivo leva Toni, um cristão libanês, e Yasser, um refugiado palestino, para o tribunal. De feridas secretas a revelações traumáticas, o circo midiático que envolve divide o Líbano em uma crise social, forçando Toni e Yasser a reconsiderarem suas vidas e preconceitos.

Uma reflexão cinematográfica sobre conflitos étnicos e reconciliação, O Insulto – do diretor libanês Ziad Doueiri (O Ataque) – assume a repleta história da violência intolerante no Oriente Médio de forma profunda. Se ele tropeça um pouco de um fardo de passagens excessivamente expositivas – personagens que entregam discursos – no caminho para a sua resolução complexa, no fim ele embala um soco dramático poderoso o bastante que ressoa muito depois. As incríveis atuações aumentam a sólida combinação de pontos de traços pessoais, culturais e políticos. Nossa resenha de hoje srá sobre um dos cinco indicados para o melhor filme de língua estrangeira no Oscar de 2018.

insulto-1

Depois de um set de abertura em uma manifestação do Partido Cristão Libanês, o filme começa de forma inocente, com uma equipe de construção trabalhando em uma rua residencial de Beirute. Quando um homem – Tony – rega suas plantas na varanda de seu apartamento, onde não há tubamento adequado para encaminhar o líquido, o grupo não gosta. Tony se recusa a parar, então o capataz do grupo, Yasser, dirige seus homens para instalar um tubo. Tony volta, os vê fazendo isso e quebra o tubo. Yasser, incrédulo, responde com um vulgar insulto. Indignado, Tony ameaça entrar com uma ação contra a empresa que emprega os trabalhadores se Yasser não pedir desculpas, algo que ele diz que não fará. Uma coisa leva a outra, eles lutam e as coisas pioram. Em pouco tempo, o que começou como uma disputa pessoal leva a um debate nacional sobre os pecados passados.

Por que essa escalada? Tony é um cristão e Yasser um muçulmano; Pior ainda, ele é um palestino, não é tecnicamente permitido trabalhar em Beirute (ou, no mínimo, é complicado), mesmo que seja permitido viver como refugiado. Embora os dois homens nunca tenham se encontrado antes desse dia fatídico na rua, cada um vê no outro um símbolo de tudo o que seu povo sofreu. Os cristãos em um país predominantemente muçulmano se sentem perseguidos, e os palestinos não se sentem bem como sempre (porque, infelizmente, geralmente não são). Grande parte da história – embora não tudo – ocorre em tribunais, como os advogados dos dois homens tentando ganhar sua causa. Adicionando um arco interessante, esses advogados da dupla são pai e filha.

insulto-2601156358

É uma história bem construída, repleta de atores excelentes, incluindo Adel Karam, como Tony; Kamel El Basha, como Yasser; Rita Hayek, como a esposa de Tony Shirine; Camille Salameh, como advogada de Tony (também conhecido como o pai); e Diamand Bou Abboud, como advogado de Yasser (também conhecido como a filha). Essa estrutura também faz parte do problema, pois percebemos a orientação cuidadosa do roteiro em cada turno. As reversões e revelações de trama também se sentem um pouco também gerenciadas por momentos. No entanto, pelo catártico final, emergimos da jornada narrativa iluminada e transformada, com uma melhor compreensão dos desafios enfrentados por aqueles que habitam o mundo do filme. Se fora da grande especificidade vêm as verdades universais, então, nesse nível, o Insulto é um sucesso imenso.

Como é um filme estrangeiro para além dos filmes feitos em Hollywood ou por grandes empresas, O Insulto estará passando, talvez, nos cinemas mais tradicionais de sua cidade, ou nos menores. E ele com certeza vale a procura.

Confira o trailer do filme logo abaixo:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s