[Resenha] A Fúria e a Aurora

Livro: A fúria e a aurora
Autora: Renée Ahdieh
Tradução: Fabienne Mercês
Ano: 2016
Editora: Globo Alt
Páginas: 336
Sinopse: Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.
Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga.
Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.

Furiosa de paixão por esse livro!

Sherazade Al-Khayzuran é uma indomável garota de 16 anos, disposta a arriscar sua vida em prol de cumprir seus objetivos, nem mesmo Jahandar, seu pai, a impede de casar-se com o califa de Khorasan, Khalid Ibn al-Rashid, o assassino que matou dezenas de esposas durante as auroras que sucedem o casamento, ela sabe que se tornando a califa nada significa além de colocar um alvo nas costas. Com nova esposa, a próxima vítima da aparente loucura do ‘menino-rei’ é ela, porém o seu desejo de vingança é o combustível para sua sobrevivência e o prazer de arrancar a vida do assassino de sua melhor amiga, Shiva, lhe impulsiona a enredar o califa para estender o seu tempo de vida.

Leia mais »

Anúncios

[Resenha] O Amor de um duque

Livro: O Amor de um Duque
Autora: Lorraine Heath
Tradução: Daniela Rigon
Ano: 2019
Editora: Harlequin
Páginas: 413
Sinopse: Gillie Trewlove sabe o valor da bondade de desconhecidos, já que foi abandonada ainda bebê na porta da mulher que a criou. Quando se depara com um homem sendo agredido em sua própria porta — ou melhor, no beco próximo da sua taverna —, ela não hesita em ajudá-lo. Porém, o homem é tão bonito que não pode pertencer a um lugar como Whitechapel, muito menos à cama de Gillie, na qual ele precisa ficar para se recuperar.
O duque de Thornley está tendo um péssimo dia. Ser abandonado no altar é humilhante, ser salvo de bandidos por uma mulher — ainda que uma mulher linda e corajosa — é mais ainda. Após ajudá-lo a se recuperar, Gillie concorda em acompanhá-lo pelas ruas sombrias de Londres em busca da noiva. No entanto, cada momento juntos os leva ao limite do desejo, e faz o duque repensar sua escolha a respeito do casamento.
Gillie sabe que a aristocracia nunca iria aceitar uma duquesa como ela, mas Thorne está disposto a provar que nenhum obstáculo é insuperável diante do amor de um duque.

Uma resenha pra dar uma aquecida nessa sexta-feira!

Envolvida em narrar os desenrolos de vida e românticos de cada Trewlove, Lorraine retorna com a história de Gillie. No livro anterior, Desejo e Escândalo, a dona da taverna cativou por sua sinceridade, personalidade dominante e sua desenvoltura em não acatar o fato de ser mulher, ser respeitada não é escolha pra quem lhe cerca, é uma obrigação que ela faz questão de deixar sempre clara. Em um clássico contraste de realidade, o livro aborda sobre visões cotidianas que captam diferente tons da vida, ao mesmo tempo que divergem pra pior ou melhor, nascer em berço de ouro ou ser um órfão em dificuldades pode representar além das diferenças sociais, mas sks, um indivíduo com uma surpreendente perspectiva e otimismo em seu envolvimento com o mundo.

Leia mais »

[Mangá] Nijiiro Days

A fã de shoujo chegou, ninguém sai!

É sob o enredo e arte da Mizuno Minami que os dias de colegial de quatro amigos são introduzidos em Nijiiro Days ou Rainbow Days, um tanto incomum no universo do shoujo os protagonistas serem garotos, esse grupo inusitado é formado por Natsu Hashiba, Naoe Tsuyoshi, Tomoya Matsunaga e Katakura Keiichi, mas é o Natsu que assume o papel de vínculo principal com a trama, com sua personalidade sensível e aberta ao amor, num fatídico dia natalino ele conhece Kobayakawa Anna, acaba caído de amores pela estranha de aparência distância porém gentil, numa troca de sutilezas pouco depois ele acaba reencontrando-a no colégio em que estuda, afinal de contas a mamãe Noel não era um espírito de Natal.

Leia mais »

[RESENHA] MANIPULADORES DE SOMBRAS

Livro: Manipuladores de Sombras

Autor: Daniel José Older

Tradução : Tassia Reis

Editora: Rocco

Páginas : 304

Ano: 2019

Sinopse: PINTE UM MURAL. COMECE UMA BATALHA. MUDE O MUNDO. Durante as férias de verão, o único objetivo de Sierra Santiago era trabalhar na pintura de seu primeiro grande mural, na parede da Torre, o prédio mais desprezado do Brooklyn. Mas enquanto coloria seu dragão pelos cinco andares do prédio, começou a perceber que algo estranho estava acontecendo com os outros murais das redondezas. Desenhos que antes eram vibrantes e coloridos estavam desbotando, e ela jurava que tinha visto um deles chorar. Vô Lázaro, em um momento de lucidez em meio à confusão habitual de seu cérebro após um AVC, pede a Sierra, sua neta, que procure por Robbie, um garoto misterioso do colégio, para que ele a ajude a terminar o mural da Torre o mais rápido possível. A garota não entende o pedido, mas decide agir quando coisas estranhas começam a acontecer no bairro. A linhagem de Manipuladores de Sombras, pessoas com o poder de canalizar espíritos para obras de arte, está em risco. E Sierra terá que descobrir quem é de verdade para salvar sua vida e a das pessoas que ama. Unindo a emoção de Instrumentos mortais, de Cassandra Clare, com uma cultura latina fervilhante, Manipuladores de sombras traz uma história emocionante sobre heranças familiares, linguagem, arte, amizade e a mágica que existe em nossas relações com o mundo.

Compre Aqui


Sierra é uma jovem, apaixonada por grafite, e uma artista muito promissora. Enquanto constrói seu primeiro grande mural no Brooklin, ela percebe algo estranho: os antigos grafites estão desaparecendo. Não como se fosse um desgaste natural, mas como eles se apagassem aos poucos, e as figuras sofressem com essa agonia. Durante a primeira festa do verão, Sierra é perseguida por um morto vivo, e logo descobre que sua família faz parte de uma longa linhagem de Manipuladores de Sombras.

Um grupo capaz de manipular as almas dos mortos, através das artes, e usar seu poder para isso. Agora com a ajuda de Robbie, ela precisa aprender mais sobre sua família, sobre esse poder e sobre se mesma.

Leia mais »

[RESENHA] Homem-Aranha: longe de casa

Título original: Spiderman far from home

Direção: Jon Watts

Elenco: Tom Holland; Jake Gyllenhaal; Zendaya; Samuel L. Jackson; Jon Favreu; Marisa Tomei; Cobie Smulders; Jacob Batalon…

Duração: 2hr 10min

Gênero: Aventura

Produção: Sony pictures; Columbia pictures; Marvel Studios; Walt Disney Studios.

Distribuição: Sony pictures

Sinopse: Peter Parker (Tom Holland) está em uma viagem de duas semanas pela Europa, ao lado de seus amigos de colégio, quando é surpreendido pela visita de Nick Fury (Samuel L. Jackson). Precisando de ajuda para enfrentar monstros nomeados como Elementais, Fury o convoca para lutar ao lado de Mysterio (Jake Gyllenhaal), um novo herói que afirma ter vindo de uma Terra paralela. Além da nova ameaça, Peter precisa lidar com a lacuna deixada por Tony Stark, que deixou para si seu óculos pessoal, com acesso a um sistema de inteligência artificial associado à Stark Industries.

Estreia dia: 4 de julho de 2019


Vingadores ultimato até o momento arrecadou uma receita de 2,7 bilhões de dólares sendo o filme de maior bilheteria de 2019, e ainda não parou, dia 11 seguirá em campanha rumo aos trópicos com o filme sendo lançado novamente com cenas inéditas, o que com toda certeza atrairá muito mais público.

Leia mais »

[Resenha] Confronto Entre Clãs

CONFRONTO-ENTRE-CLÃS-CAPA
Livro: Confronto Entre Clãs
Autor (a): Julie Lopo
Editora: Editora PL
Ano: 2018
Páginas: 352

Sinopse: Uma guerra que dura trinta anos nas Highlands, atinge seu auge quando laird Lamont MacAlister é morto dentro de sua fortaleza. Apenas sua filha Anabella sabia quem era o assassino e por isso sua vida estava em risco. Como sua única esperança de sobrevivência, depois de quase ter sido assassinada, ela é obrigada a se casar com laird Alec MacNeil. Mudando para um clã do qual não sabe nada, Anabella tenta se acostumar com a nova vida, com seu marido e, ao mesmo tempo, ficar alerta contra os perigos que a cercam.

Enquanto sua irmã fica protegida dentro dos muros da fortaleza MacNeil, Brody MacAlister parte em busca de vingança contra o assassino de seu pai, e para isso faria qualquer coisa, até mesmo sequestrar uma jovem. Moira Murray seria a peça fundamental em sua vingança. E quando a obtivesse libertaria a moça sem arrependimentos e sem olhar para trás.

Em meio a vinganças e guerras, um antigo segredo é revelado. Nem tudo é o que parece ser. Aliados se tornarão inimigos e inimigos se tornarão aliados. Cinco clãs envolvidos em uma teia de aranha, onde a verdade poderá mudar toda uma história.


Aqui estou mais uma vez com uma surpresa, para mim pelo menos foi e uma surpresa muito feliz, devo ressaltar: Confronto Entre Clãs da brasileira Julie Lopo.

Em meio a um ataque em seu clã, MacAlister, um casamento é arranjado para Anabella MacAlister. O noivo? Alec MacNeil, Laird do clã que leva seu sobrenome. Em paralelo, Brody, irmão de Anabelle, vai atrás de vingança após a morte de seu pai, tramada pelo líder de outro clã. Essa é a premissa do livro e ela se desenvolve completamente (todos os arcos das personagens são concluídos) ao longo de toda a narrativa.

Leia mais »

[RESENHA] As Mais Belas Coisas do Mundo

Livro: As Mais Belas Coisas do Mundo

Autor: Valter Hugo Mãe

Editora: Biblioteca Azul

Ano: 2019

Páginas : 48

Sinopse: Publicado originalmente como parte de um volume de contos, esta narrativa sobre um menino e a memória de seu avô ganha edição especial pela Biblioteca Azul com arte de Nino Cais.

“Um avô transforma a vida, mostra o encanto do conhecimento. Ensina que podemos chegara ser gigantes. Mas o saber não dispensa a ternura. E o menino descobre que o melhor lugar do mundo é dentro de um abraço.”Walcyr Carrasco

“Apesar de ilustrado e com pouco texto, este não é um livro infantil. Mas as crianças o apreciarão muito, mesmo tendo sido escrito com um olhar adulto e memorialístico, em tom denso e cheio de abstrações. É que poesia não tem idade. E esse avô sábio dá saudades até em quem não foi seu neto.”Ana Maria Machado

Compre aqui


O renomado autor Valter Hugo Mãe, traz em seu conto “As Mais Belas Coisas do Mundo”, de forma poética e delicada sua relação com seu avô, desde sua infância até a vida adulta, com ensinamentos únicos que apenas aqueles que amamos são capazes de nos conceder.

Uma obra delicada como um todo, sensível desde suas palavras ate sua edição.

Leia mais »