[RESENHA] Muitas Águas

Livro: Muitas Águas

Autora: Madeleine L’Engle

Editora: Harper Collins

Ano: 2018

Páginas: 320

Sinopse: É preciso acreditar em certas coisas para poder vê-las!Sandy e Dennys, os gêmeos da família Murry, sempre foram práticos, realistas e nunca prestaram muita atenção às conversas dos pais cientistas sobre coisas altamente teóricas como tesseratos e farândolas.

Mas, após um acidente no laboratório do sr. e da sra. Murry, algo acontece com eles que desafia drasticamente suas capacidades de crer no impossível. Com um desastre à vista, será que os gêmeos conseguirão encontrar uma maneira de voltar à realidade?


As aventuras dos Irmãos Murry continuam. Dessa vez, os gêmeos Sandy e Dennys embarcam em uma viagem que vai desafiar seu ceticismo.

Após interferirem em uma das experiências do Pai, Sandy e Dennys são tesserados da sua fria cidade no auge do inverno, para um deserto no começo dos tempos. Após resgatados do calor escaldante, e cavalgarem unicórnio virtuais, os gêmeos se vem uma situação que desafia sua lógica: eles são acolhidos por Noé e sua família as vésperas do grande dilúvio.

Mas porque eles foram parar ali? Como eles vão voltar para casa e serem salvos do dilúvio?

Muitas Águas é o quarto livro do Quinteto do Tempo, uma história sobre fé e esperança, cheia de referências bíblicas e que nos deixa com o coração quentinho e esperançoso.

Eu já me tornei quando o assunto é essa série.

Madeleine L’Engle constrói a cada livro uma história melhor que anterior, com cada vez mais ensinamentos prontos para renovarem as nossas energias com enredos apaixonantes.

Eu estava muito ansioso pela história dos gêmeos, que nos livros anteriores sempre se mostraram céticos quanto as experiências dos irmãos, e nunca acreditaram em nada além do que a ciência pudesse comprovar. Por isso quando descobri que na história deles eles seriam enviados de volta a um dos principais eventos bíblicos, fiquei com altas expectativas que foram devidamente correspondidas.

Um fato importante sobre esse livro: os eventos de Muitas Águas ocorrem cronologicamente antes de Charles Wallace salvar o mundo em Um Planeta Em Seu Giro Veloz. Mas foi lançado originalmente pela autora após, ganhando o título de quarto livro da série. No próximo livros daremos um salto para o futuro, para conhecer a primeira aventura de Polly O’keef, filha da Meg do primeiro livro (Uma Dobra No Tempo).

A edição da Harper Collins segue o padrão deslumbrante das edições anteriores, com o mesmo capricho de edição gráfica.

Se você é fã de ficção científica e ainda no conhece essa série, aqui no blog temos as resenhas de todos os livros anteriores!

Anúncios

[Resenha] Máscaras

Livro: Máscaras

Autora: FML Pepper

Editora: Valentina

Ano: 2018

Páginas: 271

Sinopse: E se você descobrisse que a grande verdade ainda não foi revelada? Que pode estar enganado a respeito de muitos personagens?
É chegada a hora de arrancar as máscaras, ver e viver na pele — e na alma — as revelações guardadas a sete chaves sobre a Trilogia Não Pare!
E se surpreender com o que jamais imaginou!
Máscaras…
Para camuflar as fraquezas do mais forte dos guerreiros… Richard.
Para distorcer as certezas de uma lenda amaldiçoada… Guimlel.
Para acobertar as cicatrizes de uma sina maldita… Ismael.
Para esconder os sentimentos de uma garota desprezada… Samantha.
Para proteger fanáticos atrás de tronos… Kaller.
Para ocultar gigantes sob sutis envergaduras… Zymir.
Para disfarçar um exército cruel e traiçoeiro… Von der Hess.
Para sufocar os desejos mais íntimos da híbrida… Nina.
Máscaras…
Para dar luz às mentiras e obscurecer as verdades.
Para encantar a vida e, talvez…
Enganar a Morte!


O que aconteceu com aqueles personagens, antes da jornada de Nina para salvar Zyrk? O que aconteceu depois do reencontro dela com Richard? Onde foi parar o nojento Von Der Hess?

Em Máscaras, spin off da Trilogia Não Pare!, FML Pepper responde a essas e outras tantas dúvidas dos leitores, que ficaram em abertas após Não Fuja! último livro da trilogia.

Vamos lá, se você ainda não leu a Trilogia Não Pare!, fique ciente de que essa resenha pode conter spoilers dos três livros anteriores.

Antes de Nina e Richard existirem, muitos personagens da série tiveram atitudes que viriam a determinar o futuro dos nossos protagonistas. Como a ganância de Guimlel, por querer ser o mago que traria a salvação a Zyrk. Ou a inocência de Ismael que após perder (ou assim achar) Stela, se tornaria o cruel Shakira, líder de Thorn.

Temos também o ponto de vista do resgatador, dos fatos mais importantes ocorridos na trilogia, dando uma nova dimensão dos sentimentos zirquianos. Aprendemos mais sobre Keller e seu machismo que acabou por separar Samantha e John, com medo de Sam superasse seu filho num futuro próximo.

Vamos conhecer os motivos da saída de Sam de Storm, e como ela se tornou a primeira resgatadora principal de Zyrk.

Mas o mais importante é o que aconteceu após o reencontro de Nina e Richard. Como eles levam a a vida na segunda dimensão longe de Zyrk e que aconteceu após a batalha contra Malazar.

Máscaras é um material Extra para aquecer o coração dos apaixonados pela trilogia Não Pare!, e ainda assim abre o universo para várias possibilidades, nos proporcionado a expectativa pra novos livros e novas aventuras, agora com a realização de uma nova profecia.

FML Pepper escreve com a delicadeza de não só proporcionar as respostas aos leitores como também, aquecer os corações com possibilidades. A editora Valentina fez um belíssimo trabalho gráfico na capa e na edição interna. Lá no nosso Instagram (@blogoutrogarotolendo) você encontra um #AleComenta especial da trilogia Não Pare!

[Resenha] Tarde Demais

Livro: Tarde Demais

Autora: Colleen Hoover

Editora: Record

Ano: 2018

Páginas: 380

Sinopse: Para proteger o irmão, Sloan foi ao inferno e fez dele seu lar. Ela está presa em um relacionamento com Asa Jackson, um perigoso traficante, e quanto mais os dias passam, mais parece impossível enxergar uma saída. Imersa em uma casa incontrolável que mais parece um quartel general, rodeada por homens que ela teme e sem um minuto de silêncio, também parece impossível encontrar qualquer motivo para se sentir bem. Até Carter surgir em sua vida.

Sloan é a melhor coisa que já aconteceu a Asa. E se você perguntasse ao rapaz, ele diria que também é a melhor coisa que já aconteceu a Sloan. Apesar de a garota não aprovar seu arriscado estilo de vida, Asa faz o que é preciso para permanecer sempre um passo a frente em seu negócio e proteger sua garota. Até Carter surgir em sua vida.

A chegada de Carter pode afetar o frágil equilíbrio que Sloan lutou tanto para conquistar, mas também pode significar sua única saída de uma situação que está ficando insustentável.

Colleen Hoover não tem medo de escrever sobre assuntos delicados e Tarde demais prova isso. Perpassando as formas mais cotidianas de machismo até as formas mais intensas e cruéis de abuso, a autora mergulha na espiral atordoante que é um relacionamento abusivo.


Sloan é uma jovem universitária, que a dois anos mora com Asa, o cara que ela acreditava ser o o amor da sua vida. Mas nada na vida de Sloan foi fácil: filha de uma viciada, irmã de dois garotos com doenças raras e que demandam muitos cuidados, ela sempre lutou para cuidar do seu irmão que ainda está vivo.

Quando conheceu Asa, ela pensou que ele fosse o cara dos seus sonhos, mas logo o sonho se tornou um pesadelo, e a dois ela se vê presa em um relacionamento abusivo, estupros constantes e sem perspectiva de melhora na sua vida.

Luke/Carter é um policial, que age disfarçado na casa de Asa, um dos maiores traficantes do campus, e está em uma missão para levá-lo preso e desmembrar o esquema de tráfico de drogas. Porém quando conhece Sloan, ele não parece mais conseguir se concentrar na missão.

Asa tem a vida perfeita. Ele é bonito, tem muito dinheiro, e uma namorada que o ama. Na verdade, Sloan é a coisa mais importante na vida de Asa. Ela é sua Heroína. Mas ultimamente ela tem estado diferente, algo está diferente. Mas ainda assim, ele sabe que Sloan será para sempre dele.

Tarde Demais é o livro mais polêmico já escrito pela Colleen Hoover. Uma obra que demanda atenção e cuidado durante sua leitura.

Atenção: essa obra possuí diversos tipos de gatilhos emocionais. Se você não estiver se sentindo bem psicologicamente e emocionalmente, nós não recomendamos a leitura.

Eu amo a escrita da Colleen. Quem me conhece, sabe que ela é uma das autoras favoritas da minha vida, que seus livros Métrica e um Caso Perdido, são de grande importância na história.

Mas Tarde Demais é um erro de proporções épicas.

O assunto abordado (relacionamento abusivo) tinha tudo para ser trabalhado de forma maestral pela autora, e infelizmente deixa a desejar em diversos aspectos. Tarde Demais, inicialmente lançado no Wattpad, é um livro fanservice (feito para agradar os fãs).

A história foi desenvolvida durante bloqueios de escritas de outros livros da autora, sem revisão ou edição apropriados, várias pontas soltas e eventos sem lógica mal desenvolvidos. Os personagens tem personalidades e atitudes contraditórias durante todo o livro, e se tornou banal a situação da agressão física no enredo, tanto quanto justificar as atitudes do agressor através problemas familiares e transtornos psicológicos não explicados.

Pela primeira vez na vida, eu senti vergonha durante a leitura de uma obra da Colleen. Não pela história, mas pela autora não ter dado a devida atenção a esse livro, apenas para agradar os fãs, publicando o livro inacabado.

Enquanto na história não existem avisos de gatilho emocional, a Record se preocupou bastante, a ponto colocar uma indicação classificativa e de conteúdo na edição. Meus parabéns por essa iniciativa!

Não vou te dizer para não ler, ou te julgar por ter gostado da história. Apenas peço que se você tem a intenção de ler o livro, tenha cuidado. Se durante qualquer momento você se sentir incomodado, e que não está pronto emocional ou psicologicamente para ler o livro, não se sinta obrigado a continuar. Sua saúde mental e emocional é o mais importante.

[Resenha] Depois da Tempestade

Livro: Depois da Tempestade

Autor: Charles Martin

Tradutor: Alice Mello

Editora: Record

Ano: 2018

Páginas: 362

Sinopse: Tyler Steele é um Texas Ranger, um homem de uma espécie em extinção — ele é um caubói moderno que vive em um mundo que não compreende seu instinto de justiça e de defesa daqueles que precisam de ajuda. Porém, Tyler não consegue perceber suas maiores fraquezas. Sua postura rígida, que era essencial para o trabalho, fez dele um homem fechado, incapaz de estabelecer uma ligação emocional sincera com sua esposa, Andie.

Agora, aposentado aos 41 anos, criando o filho sozinho e correndo o risco de perder seu rancho, Tyler não sabe como reconstruir sua vida. Até que, certo dia, durante uma tempestade, bate em um carro caindo aos pedaços que estava parado no meio da estrada. É quando conhece Samantha e sua filhinha, Hope, que estão fugindo de uma situação aparentemente impossível de ser evitada. As duas se veem em perigo, desesperadas e sozinhas.

Embora tenha acabado de conhecê-las, Tyler sabe que pode ajudá-las. E, conforme o relacionamento com Sam e Hope se desenvolve, ele percebe que terá de enfrentar suas verdadeiras fraquezas para se tornar o homem que precisa ser


Tyler Steele é um Texas Ranger. Sua função é proteger as pessoas, mas agora aos 41 anos ele ainda se culpa por não poder ter cuidado da pessoa que mais amou, sua esposa Andie. Divido entre cuidar do seu filho Brodie e conseguir manter seu rancho, voltando de uma viagem ele encontra Sam e Hope em perigo, e seu instinto de fazer justiça fala mais alto que sua razão.

Mas algo naquelas duas faz com que ele sinta que está fazendo a coisa certa ao ajudá-las.

Sam está desesperada e não sabe mais para onde fugir, com sua filha Hope. Elas estão correndo perigo, fugindo de uma pessoa em que um dia confiaram e só lhes trouxe destruição. Por isso que quando Tyler, um completo estranho começa a ajudá-las ela não entende o porquê, mais sabe que pode confiar nele.

Quanto mais tempo vão passando juntos e mais eles aprendem sobre seus medos e suas fraquezas, e juntos ajudam um ao outro a se encontrar.

Essa foi a news “facada no estômago e dedo na ferida”. Se vocês repararem nas últimas resenhas, todas elas são de livros que tratam de assuntos delicados e de forma comovente.

Esse livros não seria diferente.

Depois da Tempestade, não um romance pelo qual você vai sair suspirando ou desejando viver aquela história de amor. Essa na verdade não bem uma grande história de amor, é uma história de superação para todos os personagens. É impossível ler e não se comover com as histórias de cada um deles, e principalmente não se deixar tocar pela vontade de seguir em frente.

Charles Martin que já comoveu a todos com o livro, Depois Daquela Montanha que foi adaptado para o cinema com Kate Winslet e Idris Elba, mais uma vez nos traz uma história para pensar e refletir sobre nossas vidas e principalmente sobre nossas falhas.

O Grupo Editorial Record traz uma edição simples, sem grandes elementos, mas sempre uma grande qualidade de revisão e diagramação. Com uma pequena ressalva para as cartas da Hope, que poderiam ter vindo em itálico, diferenciando a narrativa.

Fãs de Colleen Hoover e Brittainy C Cherry, não podem deixar de conferir Depois da Tempestade.

[Resenha] No Ritmo do Amor

Livro: No Ritmo do Amor

Autora: Brittainy C. Cherry

Editora: Record

Ano: 2018

Páginas: 336

Sinopse: Duas almas atormentadas unidas por uma grande paixão.

A linda e encantadora Jasmine Greene nasceu para brilhar. Cantora nata, ela cresceu sabendo que tinha vindo ao mundo para ser famosa, pois sua mãe — uma artista frustrada que concentrava na filha todas as suas expectativas — não a deixava se esquecer disso um minuto sequer. A vida da jovem de 16 anos se resume a estúdios, aulas de dança e canto e a inúmeros testes para ser o grande nome da música pop. Ela não tem tempo nem de ir à escola, é educada em casa e sofre com a rotina atribulada.
Para Jasmine, o pior de tudo é não poder cantar soul, sua paixão.

Mas ela não reclama, porque, na verdade, seu maior sonho é fazer com que a mãe tenha orgulho dela. Elliott Adams é uma alma atormentada. Para ele, cada dia é uma batalha a ser vencida. O rapaz tímido, humilde e franzino sofre bullying na escola por causa de sua aparência e por ser gago. Mas ele é mais forte do que imagina e encontrou em seu saxofone uma válvula de escape. Tira todas as suas forças dos acordes de Duke Ellington, Charlie Parker e Ella Fitzgerald, seus maiores ídolos.

Quando Jasmine finalmente consegue a permissão da mãe para frequentar a escola pela primeira vez na vida, sente que ganhou na loteria. Adora estar cercada de pessoas da sua idade, que vivem os mesmos dilemas e questionamentos… ela só odeia ver o garoto mais encantador que já conheceu na vida sofrer na mão dos valentões e fará tudo o que estiver ao seu alcance para mostrar a Elliott que ele não está sozinho. Aos poucos, esses dois jovens sofredores irão descobrir que têm muito mais em comum do que o amor pela música. Mas será que vão superar as reviravoltas que o destino preparou para eles?


Tudo que Jasmine queria era cantar. Cantar o Soul que tanto ama, espalhar sua alma pelo mundo com sua música, mas para sua mãe isso não era o bastante… Para ela, Jasmine precisava ser famosa, uma Diva Pop, rica e cheia de fãs, mesmo que para isso ela tivesse que vender a própria filha e sua felicidade para indústria da música.

Entre uma rotina exaustiva de aulas, ensaios e horas no estúdio de gravação, Jasmine conhece Elliot Adams, um garoto gago que estuda na mesma escola que ela, e passa os finais de semana tocando Sax nas ruas de Nova Orleans. Elliot é uma garoto tímido que sofre bullying, mas mesmo assim permanece com seu coração puro e cheio de amor pela música.

Logo uma amizade inesperada surge entre os dois, um amor ainda jovem começa a nascer em seus corações. Mas a ganância da Mãe de Jasmine, faz com elas se mudem para Londres, enquanto o bullying com Elliot chega a níveis extremos, destruindo um coração puro.

Agora seis anos depois, muitos e-mails não respondidos e sentimentos não ditos, Jasmine e Elliot se reencontram, e o amor entre eles ainda está ali, mas será que irá sobreviver as mudanças e aos monstros que os atormenta?

No Ritmo do Amor é o primeiro livro da série Music Street, da autora Best Seller Brittainy C Cherry. Uma história cheia amor, música e envolvente do começo ao fim.


Quando eu pensava que a Brittainy não poderia me dar um novo livro favorito, vem ela e lança “No Ritmo do Amor”.

Um história envolvente e apaixonante, que trata de assuntos tão relevantes como Bullying e Assédio Moral, de uma forma direta, pronta para fazer o leitor pensar e refletir sobre a própria vida e os próprios monstros e as próprias verdades.

Com uma narrativa bem elaborada e um desenvolvimento bem construído, a autora nos conta não apenas a história do casal protagonista, mas também de todos aqueles ao seu redor que contribuem de forma tão importante para a vida da Jasmine e do Elliot.

A edição do livro é um “show” a parte, graças ao já conhecido trabalho que o Grupo Editorial Record dedica as suas publicações.

No Ritmo do Amor é um livro que vai lhe proporcionar todos os tipos choros e emoções durante a leitura, quebrando seu coração ao mesmo tempo que cola os pedaços, e te faz desejar ansiosamente os próximos livros da série.

[Resenha] Senhorita Aurora

Livro: Senhorita Aurora

Autora: Babi A. Sette

Editora: Verus Editora

Ano: 2018

Páginas: 342

Sinopse: Nicole é uma jovem bailarina e está prestes a realizar seu sonho: estrear no papel principal em uma peça na Companhia de Ballet de Londres. Tudo estaria perfeito se não fosse pela presença de um dos seus diretores, o temido Daniel Hunter, um maestro prodígio de temperamento difícil, com um humor sombrio e que desperta em Nicole sentimentos contraditórios.

Quando uma tempestade de neve isola os dois em uma mansão centenária, Nicole e Daniel serão obrigados a encarar não apenas os segredos que atormentam o maestro, mas também uma paixão proibida — e avassaladora — que nasce entre eles. Entre a tão sonhada carreira na dança, um amor intenso como ela nunca sentiu e a própria segurança, Nicole se verá diante de escolhas que parecem impossíveis. E caberá a ela resgatar Daniel de seu próprio passado…


Durante toda sua vida, Nicole Alves viveu em função do ballet. Foram horas e mais horas de ensaios, esforço financeiro por parte de sua mãe, e muito amor pela música. E agora aos 20 anos de idade, ela está prestes a se tornar a primeira bailarina do Academia de Ballet de Londres.

Mas nada na vida de Nicole foi fácil, e agora não seria diferente. Escalada para o papel de Princesa Aurora no espetáculo “A Bela Adormecida”, Nicole precisa lidar com as cobranças de ser uma primeira bailarina, os ensaios exaustivos e principalmente com o Maestro Daniel Hunter.

Daniel é um dos melhores maestros do mundo, e o mais aclamado na Academia de Música de Londres, e apesar de seu talento incrível, é um homem recluso, solitário e grosso com as pessoas que trabalham com ele, especialmente com a “Senhorita Aurora” que não sai da sua cabeça.

Entre gritos, xingamentos em francês e grosserias, uma bailarina cheia de esperança, seria capaz de curar o coração partido e medos do passado do Maestro?

Senhorita Aurora é o novo livro brilhantemente escrito pela Babi A. Sette , uma emocionante e apaixonante releitura do clássico “A Bela e a Fera”

Eu preciso dizer que li esse livro esperando uma coisa e fui agraciado com algo completamente diferente. Quem já conhece o trabalho da Babi, está mais do que acostumado aos romances de época que ela escreve, e era isso que eu esperava de Senhorita Aurora: mais um romance de época.

Porém a surpresa de encontrar um romance contemporâneo, brilhantemente escrito, não supera a admiração por ler uma história tão bem trabalhada, com um tema tão importante como HIV sendo apresentado e discutido de forma concisa e direta. Existem muitos mitos e mentiras sobre a vida de um casal sorodiscordante, e a autora conseguiu passar a verdade em sua obra.

Senhorita Aurora é dos meus livros favoritos do ano. Um romance emocionante e surpreendente, que promete fazer o leitor se apaixonar e torcer pelo amor da Bailarina e do Maestro.

A Record está de parabéns pela belíssima edição, muito bem executada desde a capa até a diagramação.

[Resenha] Imbatível

Livro: Imbatível

Autores: Stuart Reardon & Jane Harvey-Berrick

Tradutor:

Editora: Grupo Editorial Record

Ano: 2018

Páginas: 392

Sinopse: Para Nick Renshaw, o rugby é a coisa mais importante de sua vida — mais importante até do que sua namorada, Molly. Seu empenho e sua determinação fizeram dele o garoto de ouro do rugby inglês e garantiram um contrato com um importante clube. E ele não consegue imaginar o que seria de sua vida sem isso.
Então, quando sofre uma grave lesão que pode significar o fim de sua carreira, Nick vê seu mundo desmoronar. Como se não bastasse ter a vida profissional abalada, ele ainda é abandonado e traído pelas pessoas que mais ama.
Sozinho e sem rumo, Nick está lutando com todas as suas forças para recomeçar do zero. Mas há alguém que parece capaz de ajudá-lo: Anna Scott, sua psicóloga. O problema é que nenhum dos dois consegue negar a atração que sente pelo outro — e manter a relação estritamente profissional se torna mais difícil a cada dia que eles passam juntos.
No entanto, quando o passado de Nick volta para assombrá-los, desistir parece o caminho mais fácil para os dois. Mas será que, depois de tantos golpes do destino, eles conseguirão se reerguer e se tornar imbatíveis?


Nick Renshaw já foi um dos maiores jogadores da série B do Rugby. Agora, as vésperas da sua estréia em um time de primeira linha, Nick sofre uma contusão no tendão de Aquiles, rompendo vários ligamentos.

Meses depois, ainda lidando com a recuperação da cirurgia, Nick tenta levar a vida com os treinos, sua família, sua noiva, e as consultas com a psicóloga Dra. Anna Scott. Mas após vários eventos, Nick perde seu rumo, sua carreira, seu noivado… E só a linda Dra. Anna parece ser capaz de ajudá-lo a ser Imbatível novamente.

Eu esperei tanto por esse livro…

Desde o começo do ano, quando a publicação de Imbatível foi anunciada, eu tinha expectativas gigantescas ao redor desse livro. Nunca tinha lido nada da Jane Harvey-Berrick, mas já tinha ouvido falar que suas histórias eram envolventes e apaixonantes. Já conhecia o Stuart Reardon das milhares de capas onde ele aparece lindamente sem camisa.

Mas Imbatível não funcionou para mim.

Algo na construção da história, tornou ela algo arrastado, depressivo e em vários pontos cansativo de manter o ritmo de leitura. Eu entendo que os autores precisavam retratar aquilo que o personagem estava sentindo durante a narrativa, é isso foi executado de forma brilhante, porem, o excesso de capítulos voltados para os sentimentos e momentos de insegurança do Nick, acabam suprimindo os capítulos em que o personagem está lidando e superando seus medos.

A edição do Grupo Editorial Record, é simples, sem grandes detalhes de arte de capa ou interna, mas muito bem executada, assim como o processo de tradução e revisão.

Infelizmente, eu não tive uma boa experiência com a leitura de Imbatível, mas eu quero muito saber o que você achou da leitura!