[Mangá] Wotaku ni Koi wa Muzukashii

O que acontece quando se torna adulto e possui hobbies marginalizados pela vida adulta?

A mangaká Fujita decidiu que iria tecer uma trama diferenciada envolvendo paixões de infância e adolescência com o cotidiano de um adulto, o resultado é Wotaku ni Koi wa Muzukashii (Wotakoi: Love is Hard for Otaku, em tradução O amor é difícil para um otaku) um josei que começou a ser lançado em 2015, em formato inicial de webmangá – mangá online -, no ano seguinte passou a ser serializado como mangá e se reafirmou como um sucesso, atraindo públicos em diversas idades e interesses, essa premissa resultou num grande sucesso, mesmo em 2015 mesmo a obra já encabeçava a lista de melhores shoujo e josei do ano com apenas um volume lançado, é um sucesso total e inegavelmente merecido.

Leia mais »

[Mangá] Kuroshitsuji

O melhor mordomo de todos os tempos!

Sob autoria da mangaká Yana Toboso, sendo ela responsável não só pelo roteiro, como também pela ilustração, a série teve sua estreia em 2006, em setembro mais especificamente, Kuroshitsuji, Black Butler, Mordomo Negro ou Mordomo Sombrio, é uma série de ficção, mistério e sobrenaturalidade que retrata a vida do jovem conde Phantomhive, Ciel, na Inglaterra, durante o período Vitoriano, que possui um pacto com um demônio, seu mordomo e tanto, Sebastian Michaelis. Enquanto serve a rainha como Cão de Guarda e detém do controle do submundo de Londres, principalmente, Ciel tem um propósito que envolve desvendar as circunstâncias acerca da morte prematura de seus pais e seu próprio passado e futuro.

Leia mais »

[Mangá] Aoharaido

Oi, oi! Um shoujo todo meigo para vocês hoje!

Aoharuride ou Aoharaido, em tradução livre remete a ‘Passeio na Primavera Azul’ (Ao = Azul, Haru = Primavera e Ride = Passeio), em que a mangaká Io Sakisaka majestosamente tece uma narrativa comovente, saindo do âmbito usual dos romances escolares e inserindo o contexto familiar de seus personagens, explanando ao leitor características mais palpáveis dos seus personagens. A Io conquista não só pela sua arte bem produzida e traços bem feitos, como pelo enredo bem trabalhado e experiências de vida que marcam.

Leia mais »