[Resenha] Matéria Escura

materia_escura_1484658590645465sk1484658590bLivro: Matéria Escura
Autor: Blake Crouch
Editora: Intrínseca
Ano: 2017
Páginas: 343
Sinopse: VOCÊ É FELIZ COM A VIDA QUE TEM?
Essas são as últimas palavras que Jason Dessen ouve 
antes de acordar num laboratório, preso a uma maca. 
Raptado por um homem mascarado, Jason é levado para 
uma usina abandonada e deixado inconsciente. 
Quando acorda, um estranho sorri para ele, dizendo: 
“Bem-vindo de volta, amigo.”

Neste novo mundo, Jason leva outra vida. 
Sua esposa não é sua esposa, seu filho nunca nasceu e, em vez de professor numa 
universidade mediana, ele é um gênio da física quântica que conseguiu um feito 
inimaginável. Algo impossível. Será que é este seu mundo, e o outro é apenas um 
sonho? E, se esta não for a vida que ele sempre levou, como voltar para sua 
família e tudo que ele conhece por realidade?

Com ritmo veloz e muita ação, Matéria escura nos leva a um universo muito 
maior do que imaginamos, ao mesmo tempo em que comove ao colocar em primeiro 
plano o amor pela família. Marcante e intimista, seus múltiplos cenários 
compõem uma história que aborda questões profundamente humanas, 
como identidade, o peso das escolhas e até onde vamos para recuperar 
a vida com que sonhamos.

Com certeza você já ouviu falar que a vida é feita de escolhas. Que se nós estamos onde estamos, ou somos quem somos é porque em algum momento da nossa vida escolhemos isso.

Não há avisos quando tudo está prestes a mudar, a ser tomado de você. Nenhum alerta de proximidade, nenhuma placa indicando a beira do precipício. E talvez seja isso que torna a tragédia tão trágica. Não é apenas o que acontece, mas como acontece: um soco que vem do nada, quando você menos espera. Não dá tempo de se esquivar ou se proteger.

São nossas escolhas que nos definem e definem nossos caminhos. Por exemplo: se a 7 anos atrás eu tivesse aceitado seguir carreira de modelo, ao invés de criar um blog sobre literatura, é muito pouco provável que eu estivesse aqui hoje conversando com vocês.

A gente fica tão imerso na rotina que acaba deixando de ver as pessoas que amamos como realmente são.

E quando não estamos muito felizes com nossas vidas, vocês já pararam para pensar como ela seria se você tivesse escolhido o comprimido azul ao invés do vermelho?

Todos nós vivemos, dia após dia, totalmente alheios ao fato de que fazemos parte de uma realidade muito maior e mais estanha do que se pode imaginar.

Jason Dessen não tem uma das melhores vidas. Ele é professor de física em uma universidade, recebe um salário medíocre, tem um carro horrível, uma esposa amada e um filho adolescente. Mas um dia tudo isso muda, quando Jason Dessen de outra realidade, o sequestra e troca de lugar e de vida com ele.

Cada momento, cada respiração, contém uma escolha. Mas a vida é imperfeita. Fazemos escolhas erradas. Então, acabemos vivendo em perpétuo arrependimento. Não existe nada pior do que isso. 

Agora ele é um cientista renomado, rico e recluso, que desenvolveu uma caixa que permite que as pessoas entrem em um estado de superposição, sendo assim levadas para outras realidades, criadas a partir de escolhas não feitas. Jason precisa agora entrar na Caixa e encontrar um meio de retornar a sua esposa, seu filho, sua casa, SUA VIDA.

A Caixa não é muito diferente da vida. Se você entrar com medo, vai encontrar medo.

O livro é uma ficção cientifica soft, mas com questionamentos que estimulam ao leitor repensar a própria vida e as escolhas. A Editora Intrínseca nos presenteia com uma edição maravilhosa, se um projeto gráfico super bem desenvolvido, e com acabamentos que vem se tornando característicos da nova Intrínseca.

51c45c55-a554-4439-9ba2-b660daf0aa7e

Esse é uma daqueles livros que te atinge como um soco no estomago, e te faz vomitar todas as emoções e de forma que te força a pensar em uma unica pergunta que permeia o livro inteiro:

Você é feliz com a vida que tem?

Continuar lendo “[Resenha] Matéria Escura”

[Variedades] Novos Autores Parceiros

Yaaaaay!

Nós amamos quando novos parceiros se juntam a nossa família não é mesmo? Por isso, vim apresentar para vocês duas autoras incríveis, que prometem arrasar muito esse ano e nós vamos conferir isso bem de pretinho!

  • Juliana Parrini 

Juliana Parrini é carioca, web designer e se define como leitora compulsiva, cinéfila, amante de rock e mãe coruja. Sua paixão pela escrita teve início ainda na adolescência, quando começou a escrever histórias nos cadernos em sala de aula, tendo os amigos como leitores.

O romance Depois do que aconteceu, sua estreia no mundo literário, alcançou mais de 4 milhões de leituras na plataforma Wattpad e emplacou o 1º lugar no ranking da revista Veja como livro digital mais vendido do Brasil, assim como seus outros livros publicados. Depois do que aconteceu, Antes que aconteça e Novamente você foram publicados pela editora Companhia das Letras, através do selo Suma de Letras.

Em abril de 2016, o jornal O Globo publicou que a Companhia das Letras havia fechado com a produtora de cinema Gláucia Camargos a cessão dos direitos dos romances “Depois do que aconteceu” e “Antes que aconteça”.

Juliana é casada e mora com o marido e os dois filhos no Rio de Janeiro.

Livros lançados :

 

  • S. Miller

S. MILLER entrou na faculdade de Medicina em 2003, em seguida se enveredou pela Administração; hoje é empresária bem-sucedida no ramo do marketing e apaixonada pela escrita. A autora é uma das grandes promessas da literatura nacional quando se trata de romance chick-lit e erótico. É também filha de escritora/poeta.

Seu primeiro livro – “De Repente O Destino”, livro 1 da trilogia “De Repente”, publicado pelo selo Desfecho Romances da editora Multifoco, figurou na lista de mais vendidos da Amazon por 2 anos. Já ultrapassa 4 milhões de leituras. Foi traduzido para o inglês, e a versão estrangeira manteve o sucesso, ficando entre os 100 livros mais vendidos da Amazon.com. A primeira edição do livro ficou entre os romances mais lidos no Wattpad no ano de 2015.

O livro “Indomável” foi para a Revista Veja como Best-Seller em menos de 24 horas de vendas, e atingiu 1 milhão de leituras na Amazon em apenas sete meses.

O conto “Um Natal Fora de Série”, um spin-off do livro Indomável, foi para a posição #1 da Amazon em dezembro de 2015. Bateu 100 mil leituras em apenas 5 dias.

É dela também o romance de sucesso “De Repente A Obsessão”, livro 2 da trilogia “De Repente”, que desde seu lançamento, aparece entre os mais lidos da Amazon Brasil.

O livro “Indomável Coração”, prequel do livro ‘Indomável’, escrito em parceria com a autora Juliana Mendes, figurou a lista da Revista Veja entre os 5 mais vendidos da Amazon em apenas oito horas de lançamento. E em 2 meses de vendas, já conquistou 250 mil leituras na Amazon.

Seu mais recente lançamento é o conto “Tabu, Prazer e Reencontros”, integrante do livro “Tardes Sensuais”, que será lançado oficialmente na Bienal Internacional do Livro de São Paulo 2016, pela editora Universo dos Livros, com os autores Mila Wander, Nana Pauvolih, Danilo Barbosa, Janaina Rico e Gracielle Rattes.

O conto “Obsessão”, lançado na Amazon recentemente, entrou para a lista dos mais vendidos em apenas 1 hora de vendas. A história é um spin-off do livro Indomável.

A autora já apareceu em matérias na Revista Exame, Portal Terra, Portal R7 da Record, Portal O Globo, PublishNews, Correio Braziliense, entre outros.

Os direitos de publicação dos livros “Indomável” e “Indomável Coração” acabam de ser passados para a editora Astral Cultural, uma das bem-sucedidas casas editoriais do Brasil.

Livros lançados (Clique nas capas para adquirir):

 

É isso meus lindos e lindas, estamos aqui na torcida de que essas parcerias vão trazer só os melhores conteúdos para vocês!

Um cheiro e até a próxima! Continuar lendo “[Variedades] Novos Autores Parceiros”

[TAG] E Os Bridgertons viveram felizes para sempre…

Hoje é dia de grandes surpresas!

Essa TAG é o marco para o fim cheio de nostalgia da série com a família mais truculenta e incrível de todas: Os Bridgertons, o blog Silêncio Contagiante bolou essa forma sutil de tortura e diversão com o conjunto mais excêntrico da sociedade londrina, e o resultado? Vocês já podem ver:

1. Essa é difícil: quem é seu Bridgerton favorito?

Anthony e Colin, algo totalmente suspeito desde que comecei a série pelo O Visconde que me Amava, mas mesmo assim segue sendo os irmãos que protagonizaram a mais épica cena de todas, Anthony, nosso amado visconde e o diabólico, Colin, a sugestão de uma dose de cicuta ainda me provoca boas risadas e uma profunda nostalgia.

2. Mergulhei nas páginas: qual é seu livro favorito?

Ah! Como expor o quanto amo O Conde Enfeitiçado… seria um exagero afirmar que amo todo o livro, desde a capa, a cor da fonte, até a circunstância em que o adquiri? Pode ser, entretanto é a mais pura verdade, o fator impactante provém de a Julia maravilhosa Quinn ter dados as caras por aqui em uma tour de promoção do lançamento desse livro e piro até hoje de saber que ela tocou nesse livro – e alguns outros, mas esse é o especial!

3. Feitos um para o outro: quem merece o título de casal perfeito?

Essa tem um sério empate, depois de esperar por anos por seu amor, tanto Sophie e Benedict, quanto Francesca e Michael se encontraram aos olhos e sentimentos mútuos, apesar das desavenças e os momentos que hilariantes – que de forma alguma abro mão! –  os casais quando de uniram foi só emoção, nunca vibrei tanto, Michael em seu solidificado amor não correspondido e Benedict, que leva um ponto extra no quesito se apaixonar, afinal se apaixonar duas vezes pela mesma mulher aquece o meu coração de romântica voraz!

4. Me abana: quem é seu protagonista masculino predileto?

MICHAEL, posso gritar a plenos pulmões isso, o Devasso Alegre seduz como respira e seu inegável charme me conquista desde o primeiro momento, se reafirmando com o seu agudo senso de humor, afinal, mesmo em meio a uma crise de malária o homem mantém o senso de humor e consegue transformar até sua trágica circunstância em piada, sempre imagino o quanto a aposentada Lady Whistledown não teria se banqueteado com as peripécias desse homem ~suspiros~.

5. Estilo mulher maravilha: quem é sua protagonista feminina predileta?

Em um quase empate, Kate leva essa, a sagacidade do narciso chamuscado e a língua ferina da nova viscondessa me remete a ninguém menos que Elizabeth Bennet, se sobrepondo a arrogância de Anthony que acredita controlar tudo.

Imaginem o embate que tive em ter que escolher entre Kate e Penélope, esta última responsável pela maior façanha de todas e causa dos mais suculentos mexericos e boatos?!

A familia6. Roubou a cena: quem é seu coadjuvante predileto?

Ok que ela teve seu momento de protagonista, mas a coadjuvante de todos os livros e a maior matrona casamenteira de todas: Violet Bridgerton leva de lavada!  O que seria dessa prole sem essa mãe para beliscar esse grupo insano e trazer a realidade? Portanto a mãezona que queria e não queria ter leva com louvor essa!

Violet Bridgerton é uma mulher excepcionalmente astuta, afinal, e logo pode descobrir que Hyacinth está se apaixonando.
Provavelmente até mesmo antes de Hyacinth.

7. Sai daqui: quem é o pior personagem na sua opinião?

Poderia facilmente ser as detestáveis madrasta e meia-irmã de Sophie, Aramita e Rosamund, mas uma criatura vil que me causou desespero é o tio de Lucy, Robert, em A Caminho do Altar o suspense foi tal que o final feliz de Gregory e Lucy foi posta em prova, bem como os meus nervos, o homem testou minha paciência, me levou ao limite da fúria!

8. Melhor cenário: qual lugar que você adoraria conhecer?

A casa de campo Bridgerton, Aubrey Hall, é onde o cenário de uma grande desavença familiar, bem antes de O Visconde que me Amava, em que aquela abelhinha – trocadilho totalmente proposital – ficou na orelha instigando a curiosidade sobre os jacintos que inspiram Violet, o campo de guerra de Pall Mall e é claro o lago, lar da finada bola vermelha.

9. Final perfeito: quem teve o melhor e viveram felizes para sempre?

Como definir os picos de emoção e adrenalina com A Caminho do Altar? Pois é, o livro foi puro desespero, um evento mais conflitante que o outro, quase acreditei que a Julia deixou de gostar de “finais felizes” e Lucy e Gregory não ia ter o seu tão sonhado juntos e melosos, foi sofrido, mas tão sofrido que realmente me deixou aquele gosto de “não há tempestade que dure para sempre”, eles juntos enfim foi a realização e quase me levou a beira das lágrimas.


Desafio vocês a responderem a TAG e se desdobrarem para escolher o que se encaixa mais em cada!

[Resenhista Convidada] A Garota do Calendário: Abril

(Convidamos a nossa amiga Carolina Silva, para vir contar a vocês um pouco da experiência dela durante a leitura de “A Garota do Calendário: Abril”, série que de tanto eu falar ela não conseguiu resistir e se deliciou com as aventura da Mia Saunders)

abrilLivro: A Garota do Calendário: Abril (#4)


Autora: Audrey Carlan


Editora: Verus Editora 


Ano: 2016


Páginas: 160


Sinopse: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir não de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele

tumblr_o0qgipvVWC1u230jno1_500

Quem não começa o mês com um certo…

Aaargh!!

Mas já sabemos que a nossa amiga Mia gosta de um desafio… Oui?!

E quem não teve de lidar com crianções-aborrecentes- mentais que olhassem para uma mulher já pensando com a cabeça de baixo e… já devem ter se lembrado!

Sério!!…

O jogador de beisebol do Red Sox Mason Murphy, apesar dos lindos olhos verdes, 1,82m, bíceps e quadríceps… ao abrir a boca… Ninguém merece!…

“E aí, gata!..”

Vocês já assistiram Shrek? Então lembram da cena em que ele tenta explicar ao burro que os ogros…

“Nós somos como cebolas (…) camadas. As cebolas têm camadas!”

A conversa inicial é marcada pela troca de amabilidades temperadas à pequenas farpas e champanhe.

Para compensar, dar uma esfriada nos ânimos, ao abrir as portas do armário: Calça da True Religion, camiseta justa do Red Sox, par de converse…

“…me fez desejar me curvar diante da tia Millie por me conseguir esse trabalho.”

Mason precisa da Mia para melhorar sua imagem. Embora não esteja desamparado – tem a Srta. Rachel para ajuda-lo junto a uma equipe que escolheu a nossa garota! –, a instabilidade de cada dia com uma mulher ou mais, bebidas, festas… Ele precisa de uma namorada.

Nossa amiga tem um… contratempo… e resolve mergulhar com tudo no trabalho: cachorro-quente, pipoca, cerveja e campo de beisebol! E, Oui!, ela é fã do Red Sox!!!

Com um olhar além, percebe o que o Mason realmente precisa. Ok, não serei hipócrita de dizer que uns contratos com marcas famosas e vários zeros não são ‘interessantes’, mas são externos. Ela vê o que ele precisa/quer para ele – e está decidida a ajudar!

Oui, este cliente não é para ela. Mas terá a estabilidade e os contratos. Mia conhece a família dele, como ocorreu com o Anthony, mas esta é o oposto: Tony tinha mãe e irmãs; Mason tem pai e irmãos.

Uma nova oportunidade de aprendizado para a Mia é a organização de um evento que, garanto, emociona… principalmente o que a motivou a idealizá-lo… e não direi qual é pois sei que lerá e comentará aqui o que achou!!…

Mia, apesar de centrada no que é preciso, pega um momento para relaxar – precisava, non? E, por mais mexida que esteja… no pedido, uma certeza:

Não se esqueça de mim.

Nem tem como esquecer!.. Aprende, ajuda, resolve enganos, fica satisfeita com isso, e permanece Jolie – bela!… Sim, Mason amadurece e, quem sabe, pode-se dizer que conquista assento de amigo cativo, junto à bela namorada e, novamente, em despedida, carta:

“… devo sempre dar o melhor de mim e estar aberta às oportunidades que surgirem. (…)
Com todo o meu amor,
Mia.”

Gif

 

[Resenhista convidada] A Garota do Calendário: Março

(Convidamos a nossa amiga Carolina Silva, para vir contar a vocês um pouco da experiência dela durante a leitura de “A Garota do Calendário: Março”, série que de tanto eu falar ela não conseguiu resistir e se deliciou com as aventura da Mia Saunders)

A_GAROTA_DO_CALENDARIO__MARCO_1462900729583672SK1462900729BLivro: A Garota do Calendário: Março (#3)


Autora: Audrey Carlan


Editora: Verus Editora 


Ano: 2016


Páginas: 140


Sinopse: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva.

 

 

tumblr_o0qgipvVWC1u230jno1_500

 

Ok que Mia Saunders entrou nessa sem ter expectativas, nunca pensou em pedir tal ajuda para a tia… Mas foi necessário, não foi?… O pai mais uma vez: roubada, encrencas, dívidas.

Sim, Mia despediu-se de um francês belo e charmosíssimo com quem passou o mês de Fevereiro e, claro, apesar de ter aprendido muito com ele e – tá (!), não era para mas… – sentir saudades do Wes, ela precisa seguir adiante. Vegas. Ginelle, sua melhor amiga, e Maddy, sua irmã, a esperam. O pai ainda está em coma e ela precisa entregar o cheque do mês para o agiota Blaine (infelizmente, o ex dela) YECUT!

Spa…

E na cidade dos ventos, Chicago, encontra-se com um ENORME, musculoso (coxa… peito… tórax… abdome… braços…) lutador de boxe, empresário de 31 anos e homem de família, Anthony Fasano.

Ufa!

E como é inconveniente adentrar aposento quando ele passa do banheiro para o mesmo quarto, saído do banho, com uma toalha que…

… Hã…

WOW!

(“Papi!”  -> Hector Chavez)

Sim, em Março, como acompanhante, Mia iria apenas… hmmm… olhar.

A pressão é grande para o Tony – único filho homem, responsável pela continuidade do nome da grande família italiana. Eles conversam, laços e afinidades são traçadas e reconhecidas. Tony e Hector a fazem se sentir confortável – Mamma Mona aperta-a com vigor e fala de netos…

Este mês é reflexivo…

E há, também, beleza nisso.

É claro que tudo pode acontecer na festa de Saint Patrick! Inclusive encontrar com o Wes num Pub! Após momentos de tirar o fôlego – “Estar com você é como pegar a onda perfeita. (…) Seu surfista que faz filme” Ele parte.

Tá, há momento “suspenso” com o Tony ocupado, preocupado, um tanto quanto ausente… Surprise!!! Não, não falarei qual foi! Apenas que foi emocionante, marcou Mia.

O amor havia vencido mesmo com todas as adversidades, e…”  Leia a página 117, vai!!

Are-You-Dating

[Texto] Aos meus 3 mil amigos

Não faz muito tempo, eu era só outro garoto lendo. Fosse no carro, na escola, em casa, no shopping… Eu era outro garoto lendo. Um dia, cansado de tanto ler e não ter com quem conversar eu tive a bizarra ideia de criar um blog. Uma forma de expor minhas idéias e minhas opiniões para outros garotos e garotas que liam independente do lugar onde estivessem (claro que não estou falando desse blog. Mas do meu primeiro.). Onde eu poderia imaginar que hoje eu seria o Outro Garoto Lendo?

Lembro que quando completei 50 seguidores com aquele blog de layout grotesco, vários erros na construção das resenhas e uma linguagem nada apropriada, eu comemorei com como se tivesse ganhado 50 novos amigos.

Cinco anos se passaram. Desde aquele dia, já passei por 6 blogs, 10 fanpages e 3 Instagram. Mas o sentimento é o mesmo de quando consegui aqueles 50 amigos. Porém hoje o número é muito maior, o blog é algo maior.

Nos últimos 9 meses, conquistei 3 mil novos amigos na nossa pagina do facebook, um numero que graças as forças que comandam o universo, não para de crescer. Para vocês isso pode ser algo bobo, banal, ou não afetar em nada na sua vida. Mas para mim, que escolhi fazer isso por amor pelo resto da vida, isso não tem preço.

Por isso, aos meus meus 3 mil AMIGOS, deixo aqui o meu muito obrigado! Vocês são parte da minha vida, e uma das mais importantes. Que enquanto você estiver lendo esse texto, você se sinta devidamente abraçado, com todo o meu carinho e gratidão.

O que eu posso fazer para agradecer é muito pouco. É mandar todo o amor do meu coração para o de vocês.

Um cheiro especial (cheio de amor e gratificação), e até a próxima!

Do seu amigo,

Alê.

[TAG] 10 motivos para ler: O Garoto Quase Atropelado + Campanha: Queremos o Victo Bonini e o Vinícius Grossos em Salvador.

Hello Folks! Como vocês estão? 

Eu sei que hoje era dia de HIF, e que eu ja to devendo o da semana passada. Mas eu não to conseguindo escolher um dos textos antigos e não estou conseguindo escrever um novo. BTW… Eu trouxe uma TAG para vocês não se sentirem órfãos nessa linda quinta feira.

A TAG “Dez motivos para ler” é bem simples: Tu vai escolher um livro que você goste muito, e separar os 10 motivos pelos quais você acha que ele merece ser lido pelas outras pessoas. Para inaugurar essa TAG (vocês irão vê-la com frequência, principalmente depois de lançar o canal), eu escolhi o livro “O Garoto Quase Atropelado” do Vinícius Grossos. Let’s go! (to meio bilíngue hoje né?!)

WP_20151112_006

  1. É um livro nacional, e devemos valorizar mais os nosso autores nacionais. Eles são bons pacas!
  2. É um livro que trata de temas como: Depressão, transtornos alimentares, homofobia. Tudo isso muito bem escrito e como um propriedade de causa que chega assustar.
  3. Se você gosta de quotes marcantes (eu sei que vocês usam como legenda do Instagram) esse é o livro certo.

               “Conheço bem da vida e da morte e gosto de ficar na linha entre as duas” – VG
  4. A trilho sonora desse livro é sensacional! Tem de tudo, para todos os gostos. 
  5. Autor que sabe convencer o leitor a comprar e ler o livro merece ser citado. Na verdade eu só comprei por dois motivo: 1- Queria mostrar aos correios que mesmo eles não entregando aqui em casa, eu ia ter esse livro. 2- Eu tenho um fraco por autores nacionais. Amo todos e não sei como lidar.
  6. Ele ainda me deu um marcador super fofo. COMO NÃO LER E RESENHAR DEPOIS DISSO! (Clique AQUI para ler minha resenha)

    Ele ainda me deu um marcador super fofo. COMO NÃO LER E RESENHAR DEPOIS DISSO! (Clique AQUI para ler minha resenha) (AMO marcadores)

  7. Um livro escrito com amor é infinitamente melhor que um livro feito para fazer dinheiro. E nesse livro você vai achar muito amor.
  8. Durante toda a narrativa do livro, você fica com a sensação de que está assistindo a um filme, acho que foi por isso que sofri tanto. Era tudo tão real.
  9. O livro acabou com dois pacotes de post it flags. Por ai ja dar para sentir o drama.WP_20151112_009
  10. Eu realmente me senti quase atropelado.

A minha amada Adriana do blog Minha Velha Estante (O link ja esta la em cima), lançou um campanha no facebook para que a Faro Editorial promova em Salvador o lançamento duplo de “O Garoto Quase Atropelado” e “Colega de Quarto” Victor Bonini. Mas para que isso aconteça, precisamos do maior numero de confirmações possíveis para fazermos aquele barulho no ouvido da editora sabe? Para isso queremos a ajuda de vocês: Basta clicar aqui, e você será levado para o evento no facebook. Basta confirmar presença e você irão nos fazer as pessoas mais felizes do mundo.

12208628_853461798103245_2386296626563169675_n

Se você gostou dessa TAG, fique a vontade para responde-la. Espero realmente que vocês leiam e se apaixonem tanto quanto eu por esse livro.

Um cheiro, e até a próxima.

[TAG] Lana Del Rey Book TAG

Todo mundo ama uma TAG. 

Essa TAG, foi criada pela minha gêmea de pais diferentes, a Lailie do Menina da Bahia. Eu assim como ela sou apaixonado pela Lana Del Rey e sem duvida nenhuma eu ia poder deixar passar essa TAG, uma vez que minhas musicas favoritas estão nela! Vamos lá?!

1. National Anthem– Um Clássico:

R: Crime e Castigo – Fiódor Dostoiévski

2. Born To Die– Um livro que o(s) protagonista(s) morre(m):
R: Convergente, Veronica Roth

3. Ride– Um livro que se passe na estrada:

R: Surpreendente – Maurício Gomyde

4. Florida Kilos– Um livro ambientado na Flórida:

R: Cara… Cidades de Papel – John Green. Que eu lembre só esse mesmo hahahaha

5. Young & Beautiful– Um livro sobre juventude:

R: O Garoto Quase Atropelado – Vinícius Grossos (LEIAM)

6. Without You- Um livro que não dá pra viver sem:

R: Métrica -Colleen Hoover (Inclusive amanhã tem resenha dele)

7. Shades Of Cool– Um livro com uma história de amor complicada:

R: Métrica – Colleen Hoover. (existem vários… mas esse livro >>>>>)

8. Summertime Sadness– Um livro que tenha passado no Verão:

R: One Love, One Direction – Barbara Beckham

9. Dark Paradise– Um livro que te deixou triste:

R: Um Novo Amanhecer – Cinthia Freire (Fiquei triste porque acabou)

10. Cola– Um livro ousado:

R: A Arte de ser normal – Lisa Williamson (A proposta é muito ousada)

11. Gods & Monsters– Um livro com personagens marcados (emocionalmente) durante a vida:

R: Grey – E. L. James

12. Lolita– Um livro que te marcou:
R: Métrica – Colleen Hoover; Extraordinário – R. J. Palacio; O Garoto Quase Atroprlado – Vinícius Grossos.

13. Million Dollar Man– Um livro com protagonista milionário:

R: Cinquenta tons de Cinza – E. L. James ( inclusive eu queria essa musica no filme.)

14. This Is What Makes Us Girls– Um livro feminista:

R: Mulheres – Carol Rossetti

15. Music To Watch Boys To– Um livro sobre atração à primeira vista:

R: Crepúsculo – Stephenie Meyer (não foi só o Edward e a Bella que se apaixonaram a primeira vista. Eu também me apaixonei por eles)

Fiquem a vontade para responder. Eu adorei responder essa tag!

Um Cheiro, e até a próxima!