[Mangá] Wotaku ni Koi wa Muzukashii

O que acontece quando se torna adulto e possui hobbies marginalizados pela vida adulta?

A mangaká Fujita decidiu que iria tecer uma trama diferenciada envolvendo paixões de infância e adolescência com o cotidiano de um adulto, o resultado é Wotaku ni Koi wa Muzukashii (Wotakoi: Love is Hard for Otaku, em tradução O amor é difícil para um otaku) um josei que começou a ser lançado em 2015, em formato inicial de webmangá – mangá online -, no ano seguinte passou a ser serializado como mangá e se reafirmou como um sucesso, atraindo públicos em diversas idades e interesses, essa premissa resultou num grande sucesso, mesmo em 2015 mesmo a obra já encabeçava a lista de melhores shoujo e josei do ano com apenas um volume lançado, é um sucesso total e inegavelmente merecido.

Leia mais »

Anúncios

[Texto] Jane Austen x Romance de época

Ah o romance está no ar!

Eles estão nas bibliotecas, nas livrarias do shopping, nas vitrines daquela livraria da esquina, na mão daquela pessoa desconhecida no ônibus, na estante da sua casa, na lista de leitura do colégio, enfim, os romances estão em todo lugar.

Mas que romance é esse, afinal essa palavra abrange uma vasta gama de sub-gêneros literários, romance em si é um gênero que se define pela construção de um enredo com foco central numa relação entre pessoas, com um final razoável, ou seja, não é uma tragédia sem precedentes. A partir dessa noção existem os subgêneros, aqui vamos focar em dois básicos: o romance de época e o romance contemporâneo.

Leia mais »

[Resenha] Um Estranho Irresistível

Livro: Um Estranho Irresistível (Os Ravenels #4)
Autor: Lisa Kleypas
Tradução: Ana Rodrigues
Ano: 2018
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Sinopse: Uma mulher que desafia seu tempo. Dr. Garret Gibson, a única médica mulher na Inglaterra, é tão ousada e independente quanto qualquer homem – por que não lidar com os próprios desejos como se fosse um? No entanto, ela nunca ficou tentada a se envolver com alguém, até agora. Ethan Ransom, um ex-detetive da Scotland Yard, é tão galante quanto secreto, e sua lealdade é um verdadeiro mistério. Em uma noite emocionante, eles cedem a uma poderosa atração mútua antes de se tornarem estranhos novamente.
Um homem que quebra todas as regras. Ethan tem pouco interesse pela alta sociedade, mas é cativado pela preciosa e bela Garrett. Apesar da promessa de resistir um ao outro depois daquela noite sublime, ela logo será atraída para sua tarefa mais perigosa. Quando a missão dá errado, Garret usa toda a sua habilidade e coragem para se salvar. À medida que enfrentam a ameaça de uma traição do governo, Ethan fica disposto a assumir qualquer risco pelo amor da mulher mais extraordinária que já conheceu.

Parece que passei toda uma vida esperando por essa obra prima!!

Se existe uma prova de que a Lisa se supera na escrita, toda essa obra é uma prova irrefutável disso, a perspicácia em inquirir mistério, personagens admiráveis e fatos reais nas entrelinhas em um romance delicioso e sensual consagra a autora mais uma vez na perspicácia de sua escrita, o livro é como um banquete para uma mente ávida e mesmo assim solene, entregando uma história agridoce com especiarias casuais pra atiçar o apetite literário do leitor, até mesmo com a sua continuidade em incluir receitas que aproximam quem lê de seus personagens, como o sorbet de limão da Dra. Gibson.

Leia mais »

[Resenha] Um dama fora dos padrões

Livro: Uma Dama Fora dos Padrões (Os Rokesbys #1)
Autor: Julia Quinn
Tradução: Viviane Diniz
Ano: 2018
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Sinopse: Às vezes você encontra o amor nos lugares mais inesperados… Esta não é uma dessas vezes.
Todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito… algum dia.
Às vezes você se apaixona exatamente pela pessoa que acha que deveria… Ou não.
Há apenas um irmão Rokesby que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente.
Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso…
Porque quando Billie e George são obrigados a ficar juntos num lugar inusitado, um novo tipo de faísca começa a surgir. E no momento em que esses adversários da vida inteira finalmente se beijam, descobrem que a pessoa que detestam talvez seja a mesma sem a qual não conseguem viver.

Se essa capa magnífica não lhe convenceu a dar uma chance a esse livro espero que essa resenha sim!

Julia Quinn narra a história de maneira afetuosa e cadenciada, suas palavras são simples e efetivas ao enredar o leitor no universo de sua escrita, perpassando a essência de seus personagens em frente a conflitos dos pequenos aos grandes, formando o caráter como personagens e pessoas que embora fictícias de tornam especiais como é o caso da família Bridgerton que já carrega toda a simbologia de uma família e mais uma vez se renova. Nesse momento a vez é dada aos Rokesbys, vizinhos de Aubrey Hall – propriedade ancestral dos Bridgertons -, esse contexto familiar transmite a essência de uma amizade calorosa e o farto conhecimento acerca uns dos outros, principalmente entre a primogênita dos Bridgertons, Billie e a prole dos Rokesbys, Mary, Andrew e Edward, George apesar de ser parte de prole e o mais velho não é exatamente um amigo de Billie, as aparentes divergências entre eles torna difícil uma convivência pacífica, então preenchem isso com cinismo ou pleno distanciamento, abrindo alas pra uma atração faiscante.

Leia mais »

[Resenha] Um Acordo Pecaminoso

Livro: Um Acordo Pecaminoso (Os Ravenels #3)
Autor: Lisa Kleypas
Tradução: Ana Rodrigues
Ano: 2018
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Sinopse: Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente.
Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho.
Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la.
Para alcançar seus objetivos, os dois fazem um acordo curioso, e entram em uma batalha de vontades divertida e sensual, como só Lisa Kleypas é capaz de criar.

Compre Aqui

Se não é um dos livros que mais estive sedenta pra devorar!

A expectativa pra esse livro é grande e fomentada pela presença de um casal que cativou em As Quatro estações do amor, Evie e Sebastian que foi o casal mais improvável de acontecer e sob circunstâncias não convencionais que deixava um quê de “será que vai dar certo?” E não deu outra, os dois se tornaram além de companheiros, parceiros, sua pródiga prole dessa vez ganha espaço através do destaque com Gabriel, o agora detentor do título de lorde St. Vincent, que é a pintura de seu pai porém com a inteligência afável de sua mãe, mas isso tudo não importa quando Pandora, além de ferina é uma Ravenel e as circunstâncias que leva os dois a se encontrarem é a premissa de um jogo de argumentos e força de vontade que nenhum dos dois esta disposto a perder, só a conquistar nem que seja um ao outro.

Leia mais »

[Resenha] Desejo e Escândalo

Livro: Desejo e Escândalo
Autora: Lorraine Heath
Tradução: Thalita Uba
Ano: 2018
Editora: Harlequin
Páginas: 304
Sinopse: Mick Trewlove é o filho bastardo do duque de Hedley, mas ninguém sabe disso. Mesmo depois de se tornar um empresário de sucesso, ele ainda busca vingança contra o homem que o abandonou. E qual a melhor forma de fazer isso do que seduzir a noiva do filho legítimo do duque?
Lady Aslyn está noiva do conde Kipwick, filho único do duque de Hedley, mas se vê, inesperadamente, apaixonada pelo misterioso bilionário Mick Trewlove. Durante os passeios pelos parques de Londres, ela começa a desconfiar de que algo se esconde por trás do sorriso sedutor, mas não tem certeza. Quando os segredos são revelados, uma reviravolta inesperada surpreende Mick, que terá que escolher entre manter seu plano de vingança ou ser feliz.
Compre Aqui

Vamos de romance de época hoje!

 A Lorraine já possui uma presença expressiva com series de sucesso dentre elas Os Órfãos de St. Jaimes (ainda sem edição nacional) e Os Sedutores de Havisham (já no segundo volume na edição nacional), agora ela aborda uma trama com uma intriga como pilar: a vingança de um filho bastardo do pai que pagou pela sua morte, enttetanto vingança como tema central pode tornar a leitura um incomodo, desde que é preciso esperar que toda o fervor da vingança amenize ou se concretize para que então a história se desenrole, em que o Mick Trewlove e a Lady Aslyn se tornam as peças principais de uma iminente implosão de desgraça.

Leia mais »

[Resenha] A Perdição do Barão

Livro: A Perdição do Barão
Autora: Lucy Vargas
Ano: 2018
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 378
Sinopse: A família de Patrick, como muitas da aristocracia inglesa, foi marcada por escândalos amorosos e sofrimentos. Não é à toa que ele acredita estar amaldiçoado pelo “mal do amor”. Quando se apaixona por Hannah, cuja família também esconde segredos, Patrick não consegue confiar nela e muito menos acreditar que um dia seu amor será correspondido. Ele parte decidido a esquecê-la, mas incapaz de conter o amor que sente, ele aceita: Hannah é a sua perdição.
Se permitir que fantasmas do passado continuem a assombrá-los, Hannah pode escapar por entre seus dedos, pondo em risco seus votos e seu elo inquebrável. Quanto mais esse elo é capaz de resistir? Até onde Patrick é capaz de ir por sua baronesa?
Compre Aqui

Hoje além de ser romance de época é um livro nacional!

A Lucy trás uma sensibilidade e contextos reflexivos para uma trama de romance de época, sua capacidade de entrelaçar os acontecimentos transmite uma capacidade de desenvolver tramas diretas e concluir com a perceptividade de uma escritora disposta a riscos.

Leia mais »