[Variedades] Dicas para aproveitar (e muito!) enquanto estuda História

Hoje é dia de dicas (e estudos por que não?)

Quem nunca vive o drama de ter que estudar, tem prova, tem e deve revisar para a tal avaliação, prova ou seja lá o que for, porém a mente está em outro lugar? Outras atividades antes tão banais, agora parecem a melhor realização de todas, olhar pela janela nunca foi tão interessantes, “olha esse céu! Nunca percebi antes, então agora que não tenho para ficar aqui admirando, vou fazer exatamente isso!”

Isso é a procrastinação, para outros, desvio de atenção, mas não tema, sabe a vontade assistir alguma coisa, abrir a Netflix e ficar rolando para cima e para baixo para acabar assistindo nada? Então que tal unir estudo e entretenimento? Quando sua mãe perguntar: “Você não estava estudando?”, você vai simplesmente responder: “Estou aprendendo sobre o reinado britânico da Rainha Elizabeth II”, ou “Mãe, você sabia que o faraó Tutacamôn foi o mais jovem a subir ao trono egípcio?”. Se joga nessa seleção para começar a ver desde já:

TUT

A mini-série que conta com 3 episódios, explora o drama de poder, política, guerra e assassinato, e narra a ascensão do jovem rei Tutancâmon (1333 – 1323 AC) à glória, os seus esforços para governar um império Egípcio caótico e o enigma em torno de sua morte.

A Lista de Schindler

O alemão Oskar Schindler (Liam Neeson) decide usar mão-de-obra judia para abrir uma fábrica na Polônia. Testemunha do massacre aos judeus durante a Segunda Guerra, ele faz da fábrica um refúgio, salvando mais de mil vidas ameaçadas pelo nazismo. Mas para isso é preciso desafiar o regime.

Reign

Narra a história da jovem Mary Stuart da Escócia. Sua chegada à França, aos 15 anos de idade, para formalizar seu noivado com o príncipe Francis e todas as intrigas, lutas pelo poder, forças obscuras e traições que circulam este reinado.

The Crown

Filha do rei George VI (Jared Harris), Elizabeth II (Claire Foy) sempre soube que não teria uma vida comum. Após a morte do seu pai em 1952, ela dá seus primeiros passos em direção ao trono inglês, a começar pelas audiências semanais com os primeiro-ministros ingleses. Ela assume a coroa com apenas 25 anos de idade, mas com grandes compromissos, vêm grandes responsabilidades.

The Tudors

A esplêndida Inglaterra do Século XVIII era reinado de Henrique VIII (Johnathan Rhys Meyers). A série começa quando ele ainda está tentando alcançar o trono, à medida que se distancia de sua esposa e apaixona-se por Ana Bolena (Natalie Dormer). Auxiliado pelo Cardeal Wolsey (Sam Neill), ele chegou ao poder e manteve-se forte apesar das intrigas e armações. Na sua vida privada, ele tenta criar uma maneira de se divorciar de Catarina de Aragão (Marye Doyle Kennedy) para se casar com Ana Bolena, em meio a muitas disputas políticas e esquemas.

Roma – Império de Sangue

Esta mistura de épico histórico e documentário retrata o reinado de Cômodo, o imperador que deu início à derrocada do império romano.

Juana Inés

Juana Inés de la Cruz, uma poderosa freira feminista, se envolve em um caso de amor proibido com uma mulher e encara a opressão no México do século 17.

Shaka Zulu

A minissérie narra o conflito do início do século 19 entre o império britânico em expansão na África e Shaka, líder da grande nação Zulu.


Aproveitem essa chuva de dicas boas!

Anúncios

[Variedades] BTS e as Referências literárias

Um ótimo Dia Mundial do livro para todo mundo – foi ontem, eu sei, mas aqui é todo dia – e vamos espalhar mais amor e livros por aí!

Em homenagem às preciosidades – vulgo, leituras -, tem esse especial para fazer um paralelo de como a leitura deixa tudo melhor e quando se aprecia o que se faz, é melhor ainda, sabe o quanto é maravilhoso gostar de algo? É que se aprecia em um nível inexplicável e quando faz tão bem que é a melhor sensação e o ápice de um bem-estar, assim como com a leitura, com música é alcançar um novo nível de prazer, é oferecer os sentidos a uma cadência e deixar fluir. Já mencionei eles aqui, o 방탄소년단, Bangtan Sonyeondan, Bangtan Boys, Bulletproof Boy Scouts, Beyond The Scene, mas dá para reduzir e chamar de inspiração, quero dizer, BTS, esse grupo incrível são músicos, compositores, dançarinos, produtores e me permitam dizer: pessoas incríveis, quando a música é um extra eloquente é um privilégio todo especial de acompanhar e compartilhar os segredos literários por trás de produções tão inspiradoras:

Pied Piper: O Flautista de Hamelin de Robert Browning

Trecho da música: “Um pouco perigoso, como o cara que lhe guia com uma flauta”

O sombrio conto de Hamelim de concepção dos irmãos Grimm é uma contundente criação sobre tentação e trapaça, em que o centro da trama é um homem com uma habilidade incomum com a flauta, encantar em nível hipnótico através de sua melodia, é na cidade de Hamelim que o ato principal toma forma, para se livrar de vez da intervenção dos ratos, o flautista viajante propõe um acordo com as autoridades e políticos locais, se livraria dos ratos, porém, após o cumprimento da parte do flautista em livrar a cidade dos roedores, enquanto os cidadãos comemoravam a nova atmosfera, a outra parte rompeu com o acordo, deixando o flautista contrariado e disposto a tomar algo em troca mesmo que não fosse o que lhe apetecia, tomando o “futuro” de Hamelim com sua melodia, levando quase todas as crianças consigo.

Moralmente, o conto conclui que o menosprezo do outro para glória própria pode ter consequências terríveis e, também, o fato de algumas crianças serem conscientes de seu entorno, cientes da realidade e excesso de ilusão serem as sobreviventes da vingança do flautista, leva a crer que essa consciência que mantinham as salvou de uma ruína iminente, portanto assim como a faixa Pied Piper, a consciência é chave para o seu futuro, manter o equilíbrio é importante sempre.

MIC Drop: Fábulas de Esopo de Russel Ash

Trecho da música: “Era uma vez, a mosca na Fábula de Aesop”

Como de conhecimento geral – acredito -, fábulas são tipos textuais onde animais assumem, falam e se aproximam do que podemos admitir como características humanas, na referência em específico é possível fazer um paralelo entre três fábulas da coletânea.

Em uma é demonstrado um conjunto de moscas que ao serem atraídas para uma meleira quebrada se aproveitam do banquete acidental e sem pensar afundam as patas no fluído pegajoso e acabam presas mesmo após se encherem de mel, na outra um inseto numa ânsia cega para se provar acima de um poderoso predador, o leão, consegue vitória causando danos na fera, entretanto acaba presa em uma teia em sua pressa para se vangloriar do feito, já na última uma mosca se gaba de sua vida farta para a formiga que por sua vez se orgulha de conquistar o que deseja através de seu trabalho, quando confrontada, a mosca recusa o desafio e se acovarda, se concluindo que a ânsia para aproveitar da miséria alheia é uma forma de egoísmo que machuca mais a si que aos outros.

Resultado de imagemWINGS e Blood Sweat & Tears: Demian de Hermann Hesse

Hermann usa de fontes da psicanálise e da filosofia com um destaque para o Friedrich Nietzsche, é em sua experiência pessoal sobre a passagem do período da infância ao início da fase adulta – período conhecido como jovem adulto – que o autor retrata a transição de Emil Sinclair, a perca da inocência do garoto é a crescente da trama, esboçando visões do mundo com distintas sensitividades. A densidade é tal que é muito referenciado para estudos colegiais e universitários, a visão de que o mundo possui arestas, porém é necessário encontrar o equilíbrio reconhecendo as fraquezas e potencialidades de ambos, escuridão e luz não existem isoladamente, ambas possuem valores e disposições que assumem “formas” distintas.

Extra: Um fato interessante é que Emil Sinclair além de ser o protagonista da obra, foi o nome usado como pseudônimo do autor na Alemanha, desde que o mesmo era marginalizado e taxado como traidor pelo país, devido ao seu posicionamento a favor da paz durante a Primeira Guerra Mundial.

Daydream: Guia do Mochileiro das Galáxias de Douglas Adams

Protagonizado por Artur Dent que após uma sequência improvável de acontecimentos decide sair da Terra com seu amigo alienígena, Ford Prefect para evitar a eminente catástrofe que vai acomete-la – quem nunca não é mesmo? -, é fazendo essa viagem galática que Artur se depara com alguns fatos reflexivos, como o motivo por trás do planeta Terra e fatos absurdos porém que atenta a capacidade humana de pensar, como por exemplo qual o sentido da vida, questão após milênios ainda não possui uma resposta.

Uma forte característica que o autor aplica na sua narrativa é o humor, apesar do teor de ficção científica do enredo, prevalece a forte marca de uso do humor para questionar e refletir sobre questões desde políticas até existenciais, semelhante a sátiras e tecendo nesse meio tempo o quanto o corriqueiro e familiar não são verdades absolutas, afinal a vida é um cotidiano constante de casos e acasos e a roda do destino tende a controlar seu próprio ritmo, por último a frase “Don’t Panic” é um marco e simboliza um criterioso ponto da trama, onde não só os personagens, como também o leitor chegam a uma auge de reflexão sobre o tal sentido da vida.

Go Go: Vinte Mil léguas submarinas de Júlio Vern

Trecho da música: “Eu quero navegar como o Nemo”

A obra retrata as aventuras em alto mar onde os personagens Arronax, Conseil e Ned Land percorrem a vastidão dos mares em busca de desvendar os mistérios do mundo submarino, para isso percorrem a assombrosa distância de vinte mil léguas, uma aventura que parece descabida, porém emocionante e de um extensão repleta de descobertas. Entretanto é quando tentam domar uma estranha criatura que acabam descobrindo que é feita de ferro e não se trata de um animal em si, mas de um submarino, uma estranha forma de navegar os misteriosos mares, porém eficaz e Nemo é o capitão, com sua sanidade posta à prova, ele sabe o que está fazendo, mas sua forma excêntrica de pensar faz os sinos do perigo soar na mente de seus companheiros e dos navegadores aventureiros, afinal seria Nemo um louco dispendioso ou um sábio insano?

Spring Day: Os que se afastam de Omelas (The Ones Who Walk Away from Omelas) de Ursula K. Le Guin

Omelas é um conto que retrata uma realidade onde a utopia existe, porém, essa idealização só existe porque alguém está sofrendo, ou seja, alguém no cenário aparentemente perfeito recebe as provações nos bastidores, mas não destrói o cenário utópico existente, isso lembra algo?

Algumas semanas atrás o produtor por trás do vídeo de Spring Day afirmou para conhecimento do público que aquela sequência onde o Jimin aparece segurando um par de sapatos, para então fazer uma caminhada para um implícito destino, concluindo com os sapatos pendurados em uma árvore, possui um significado doloroso, em que os sapatos simbolizam as minorias da sociedade, um pouco da essências das mesma sendo levadas para a sua paz.


OBS: São apenas algumas referências que eles usam, se tem mais a adicionar é só comentar ^^

Resultado de imagem para bts jin fly kiss gif

[Especial] 4 motivos para ver Secret Forest (Stranger)

A louca dos ~especiais~voltou!

Se algo é bom é pra ser recomendado, mas quando é ótimo é pra ser divulgado, panfletado, enaltecido e várias outra palavras terminadas com “do”, por isso a divulgação e recomendação master da semana é esse dorama maravilhoso de incrível: Secret Forest ou Stranger e para provar esse ponto vai aqui uma lista curta e sucinta do porquê se entregar essa intriga, além do prêmio de ter levado Seoul Award de melhor drama em 2017:

  1. O Plot

    Em princípio possui um caráter investigativo, ressalto que não segue o mesmo padrão usualmente encontrados em grande parte das séries estadunidenses, onde um caso é solucionado por episódio e podendo haver ou não uma trama maior se desenvolvendo para eclodir no fim da temporada, o drama segue a premissa de desenvolvimento de uma única trama com casos específicos não isolados. Mas vamos ao enredo, o foco é o chegar a resolução de casos em que o prelúdio é o assassinato de um homem com conexões e material suficiente para encurralar desde oficiais de alta patente até a membros do poder judiciário, em resumo membros do mais alto nível da pirâmide hierárquica do poder coreano, porém é através do arrasto de um promotor para a cena do crime que as circunstâncias ilógicas do crime se tornam o início do que parece um desafio, com sua personalidade apática e intelecto calculista Hwang Si-Mok é perspicaz, somando a sua falta de tato e sensibilidade se torna um personagem que contraria o carisma usuais se tornando incrivelmente estimulante, agora inserido nesse grande caso onde o produto principal é poder.
    Se algo atrai muito é um plot excitante e bem desenvolvido, colocar a mente para trabalhar é peça-chave para manter a atenção de quem assiste, quando inseridos plot twists existe a probabilidade do erro e apesar de isso não faltar, são todos tão bem calculados que a qualidade é uma crescente quase “tangível”, é possível identificar quando uma reviravolta volta é crucial.

  2. O cast e personagens (vou me abster para não ficar muito longo)
    Como uma boa entusiasta de Sense8 (se eu vivo é pra enaltecer a arte desse cluster) não escondo que um dos fatores que me levou a investir no drama foi a presença da rainha exterminadora, ela mesma, Donna Bae, como esperado, a brilhante atuação da Bae não decepciona e a sua personagem, a Tenente Han Yeo Jin demonstra o maravilhoso desenvolvimento de uma policial subestimada que acredita numa justiça limpa e na integridade de seus companheiros, porém o seu envolvimento na trama corrupta dos famintos pelo poder arranca essa sua “inocência” e seu amadurecimento pessoal e profissional é uma linha incrível de acompanhar.
    É com orgulho que digo que a experiência de ter meu queixo derrubado por tantos atores com perfeito encaixe nas características de seus personagens foi espetacular, primeiro que já conhecia o trabalho do Yoo Jae Myung, mas não interpretando alguém tão dissimulado e cheio de controvérsias de caráter, a seriedade de seu papel e a personalidade um pouco tola de seus personagens anteriores vistos por mim foram até mesmo esquecidos vendo-o assumir características tão sérias e mesmo manipuladoras.
    A minha apreciação fica envolta da maestria do Jo Seung Woo em literalmente se “vestir” de Hwang Si-Mok, um personagem que está longe de ser simples como pareceu na sinopse, Si-Mok é apático, sua condição de infância, a misofonia, onde esse quadro clínico de rejeição extrema a ruídos resultava em ataques agressivos, o levou a lobotomia, sendo a consequência dessa intervenção cirúrgica além de sanar sua síndrome, a perca de certas capacidades emocionais, ao mesmo tempo que expandiu sua capacidade estrategista e é nessa parte em que sua personalidade lembra a do detetive Sherlock Holmes, a alta perceptividade e raciocínio são características inerentes de ambos.

    Lobotomia é processo cirúrgico de risco de intervenção no cérebro, o nome se deve justamente ao fato de o córtex cerebral ser chamado de lobo cerebral, o uso dessa técnica só acontece em casos extremos e ainda sim sequelas são possíveis, como perda de sensibilidade e alterações de manifestações emocionais.

    Porém para Si-Mok sua agilidade de pensamento o conduz a uma conclusão precipitada e esse suposto deslize o desafia a desvendar esse caso, em contra-ponto a sua apatia, existem pontos que ratificam que ele é capaz de sentir frustração embora em baixa escala, como nas passagens frequentes em que ele acaba sendo requisitado e acaba deixando todo sua refeição intocada – deixe-me registrar aqui minha revolta por não deixarem ele comer, cada refeição deixada é um dor compartilhada com o Si-Mok -, juntando às constantes pressões para solucionar um caso extenso que coloca todo o sistema político e judiciário em mira, o promotor precisa manter o controle e ainda interpretar as dissimulações dos outrora colegas promotores, seu intelecto direto o deixa imune a questões que possam desvirtuá-lo de seu objetivo, afinal ele é obstruído de impulsos e desejos ocasionais.
    Em uma breve síntese dos outros personagens que se envolvem bastante na trama, como no caso da tenente Han e do Si-Mok que são como personalidades complementares por características opostas, o mesmo ocorre com Seo Dong-Jae, interpretado por Lee Joon-Hyuk e Young Eun-Soo, por Shin Hye-Sun, ambos possuem algo em comum relacionado aos próprios interesses, ao mesmo tempo que um esboça um cinismo calculista, o outro aparenta estratégia por impulso com traços de uma inocência quase extinta no âmbito não só da Promotoria, mas também do judiciário.

  3. Antagonismo
    Não posso especificar de forma definida e personificada quem assume a faceta como vilão no drama, mas faça suas apostas prontos para sérios riscos, assim como existem jogos de poder, existem os de influência do próprio drama, não posso revelar mais por motivos de: spoiler!
    E também porque não quero, existe àquela adrenalina em ser influenciado pelo fatos, se sentir o mais próximo possível da trama – e se sentir frustrado pelas várias conclusões equivocadas -, então valorizo essa experiência, cada emoção é chave nesse desenrolar então vai nessa sem medo, afinal o único aparentemente destemido aqui é o Hwang Si-Mok mesmo.
  4. Retrato realístico
    Existe momento mais oportuno do que o atual para abordar sobre corrupção? Creio que não, então vá em frente para quebrar alguns tabus, o que se sabe com certeza a absoluta além da morte?
    É que seres humanos NÃO são perfeitos, sim existem poderes como judiciário, legislativo e executivo para manter a possível bagunça ordenada na medida possível, porém os desfalques de caráter existem, pessoas podem ser influenciadas por distintas coisas, poder principalmente, este pode assumir diferentes facetas, dinheiro, influência, comida – mas veja só – e até mesmo vingança, um ser humano em profunda tristeza e capaz de apostar o que tem, até que ponto pode ir?
    Outra observação possível que expressa a realidade é reprodução da própria sociedade sul-coreana, o costume de sempre respeitar os mais velhos e manter o nível hierárquico de comando em uma constante, gera controvérsias no drama sobre o quanto pode ser danoso ignorar tais condutas, a confiança cega pode ser cruel e se mostrar uma grande decepção.
  5. Extra – Onde ver
    Para melhorar ainda mais, dá para ver pela Netflix e DramaFever, isso mesmo, sabe aquela de baixar para ver offline? Dá pra fazer e a vontade.

Fechando com esse gif dos bastidores do drama, olha esses dois que fofos!

[Variedades] K-Drama, Dorama… aqui tem!

Você sabe o que é K-Drama? Se sim, o post é todinho para você, se não… é também, óbvio!

Já pensou em embarcar em um novo mundo com muita emoção, adrenalina, oppas lindos de morrer, fantasia, casais para shippar, unnies badass, enredos instigantes, teorias, sofrimento, ilusão… ok não (só um pouquinho), mas tem muito mais e para quem já assiste, tem recomendações maravilhosas para ver desde já e mostrar para os amiguinhos que ainda não conhecem esse universo glorioso, só chega junto que hoje tem!

Ah todas as sinopses a seguir vieram do DramaFever e lá é o portal para encontrar muitas preciosidades, nossa Netflix dos doramas ❤

  • Strong Woman Do Bong Soon

A força de Bong Soon a ajuda a arranjar um emprego. Ela tem que que ser a guarda-costas do arrogante chaebol Ahn Min Hyuk, CEO de uma empresa de jogos. Ahn Min Hyuk sabe jogar todos os tipos de jogos errados. Ele é esquisito, mimado, dominador e muitas vezes mostra um absoluto desrespeito pelas regras e cortesia comum. A personalidade dele bate de frente com a da certinha Do Bong Soon, mas não demora muito tempo para o gelo entre os dois começar a derreter e as coisas começarem a esquentar. Será que o CEO do jogo se tornará uma pessoa melhor e conquistará o coração da nossa mulher forte? Ou será que ela sempre suspirará pelo homem que não gosta da força que a torna única?

  • Lookout

Quando um grupo de pessoas que perderam entes queridos se junta para obter justiça num sistema legal ineficiente, eles ensinam a cada criminoso da cidade o verdadeiro significado da vingança.
Criminosos matam, e são soltos. A história é antiga, mas ainda machuca. Isto é o que acontece com a Jo Soo Ji, uma ex-investigadora da polícia que teve a filha dela brutalmente assassinada, e teve que ver o assassino ser liberado por negligencia da polícia. Para obter justiça, ela junta forças com um grupo que tem contas a resolver com o sistema corrupto judiciário.

  • Hello My Twenties ou Age of Youth (tem na Netflix)

A universitária Yoon Jin Myung vive ocupada enquanto trabalha para pagar seus estudos e ir bem nas provas, tendo muito pouco tempo para o drama que a cerca em seu cotidiano. Infelizmente, as outras quatro garotas com quem vive não a deixam escapar facilmente. A universitária Song Ji Won não deixa que sua bebedeira tire o melhor da sua personalidade. Jung Ye Eun é apaixonada pelo namorado e sempre deixa bem claro o que não gosta. Kang Yi Na tem uma grande popularidade devido ao seu corpo tonificado. Yoo Eun Jae é a mais nova inquilina e se esconde atrás de sua timidez e gosto peculiar em rapazes. Juntas, elas passarão por vários desafios diante da vida, mas para que mais serviriam colegas de quarto?

  • Descendants of the Sun (tem na Netflix)

É amor a primeira vista quando o Capitão das forças especiais Yoo Shi Jin encontra pela primeira vez uma linda médica chamada Kang Mo Yeon. Mas mesmo antes de embarcarem nesse amor, os dois percebem que trabalham com valores opostos – um soldado que tira vidas e uma médica que as salva. Um ano depois do primeiro encontro, uma reunião fatal os leva para Uruk. Será que o amor entre Shi Jin e Mo Yeon será maior que as batalhas travadas em suas vidas?

  • Pinocchio

No meio de vários jovens jornalistas, a nova repórter Choi In Ha está a procura de um furo jornalístico, só que ela se encontra presa em sua síndrome de Pinóquio, em que não pode contar mentiras sem ter vários soluços! Enquanto isso, o repórter Choi Dal Po prova ter uma memória esplêndida e uma habilidade muito boa para mentir. Em um mundo dominado por fatos, o quão longe você consegue ir com uma mentira?

  • Heirs

Kim Tan mora nos EUA e é herdeiro de um dos homens mais ricos da Coreia. Cha Eun Sang mora na Coreia e tem uma vida difícil, tendo que manter vários empregos a fim de se sustentar e ajudar a mãe. Quando Cha Eun Sang vai aos EUA encontrar a irmã, eles acabam se esbarrando, no que parece ser um pequeno sonho na vida de Eun Sang. De volta à Coreia, o destino tratará de uni-los novamente em uma história que, além disso, mostra a vida, os amores e os aprendizados dos grandes herdeiros dos milionários da Coreia que frequentam o Colégio Jeguk.


apreciem essa maravilha!

[Variedades] Achadinhos por menos de R$30? Só na Avenida 7

Quem me acompanha lá no Instagram (@blogoutrogarotolendo), sabe que tenho me aventurado muito pelo principal meio de comercio popular de Salvador, a Avenida 7 de Setembro.

E durante as minhas aventuras pelas lojas de beleza da Ladeira da Lapa, as lojinhas de tecnologia do Beco das Flores, e as de bijuterias e cosméticos do Relógio de São Pedro , eu acabei fazendo algumas comprinhas e posso garantir a vocês que esse é um lugar onde você pode comprar muito, gastando pouco e ainda encontrar muitas tendencias e novidades do mercado. Vamos por setores:

– Acessórios par Celular:

DSCN2124
Cabo para celular de 3M: R$8,50

Quando se trata de Tecnologia e acessórios para celular é bom tomar cuidado. Muitos produtos são “xing ling” e de baixa qualidade, mas se você garimpar você consegue achar algumas coisas bem legais.

Como  esse cabo para celular de 3M por apenas R$8,50!

Isso mesmo Brasil! Eu paguei fuckin R$8,50 em 3 metros de cabo para carregar o celular. Esse e todos o produtos de Tecnologia e acessórios para celular eu compre na loja “Alaiannie” que fica no finalzinho do Beco das Flores, quase na Av. Joana Angelica.

É uma loja que vende produtos para atacado, por tanto, quanto mais você compra, mais barato fica e se pagar a vista ainda rola um big desconto!

Outro achadinho dessa mesma loja foi o Spider Tripod. Um tripé para celular e câmeras portáteis que se adéqua a sua necessidade, permitindo que você dobre e amarre suas pernas. Na Internet, eu já encontrei o mesmo produto, de outras marcas por até R$80. Mas como estamos falando do melhor lugar do mundo para achar “primos baratinhos”, eu comprei por apenas R$10,00!

DSCN2127
Spider Tripod: R$10,00

Eu não sei vocês mas eu sou louco por fones de ouvido. Mas o problema é que eu sempre perco os meus muito rápido! Então, se eu consigo comprar um fone sem fio por R$15, com certeza eu não ia perder essa oportunidade não é verdade? Ainda mais agora que a nossa playlist 2017 já está disponível no Spotify!

de8057a7-1141-4a01-b5ef-9a956f6b5cf6
Fone Sem Fio: R$15,00

Acompanhe nossa playlist no Spotify:

 

– Maquiagem:

Eu sou o Louco das Maquiagens. #REALOFICIAL.

E assim como eu, tenho certeza que várias leitoras e até leitores também são. Por que vamos ser bem sinceros: Não tem como tirar meio mundo de fotos, apresentar eventos e gravar com a cara toda marcada de espinhas e olheiras não é mesmo?

E na Av. 7 você encontra muita coisa de maquiagem. Das marcas mais caras, até as mais baratinhas, e em muitas lojas você encontra ótimas promoções e precinhos maravilhosos para comprar não só para você, mas para as amigas também!

(Meninos, já guardem essa dica para o dia dos namorados!)

Eu prezo muito por uma pele bem feita, então a maioria dos produtos que eu compro são para pele. Seja aqueles que são os meus favoritos da vida, ou novos para testar. então vamos falar de base.

Geralmente para fotos e videos eu uso uma base mais carinha da Make Up Forever, mas quando falamos de dia-a-dia, eventos e fotos para o Instagram eu estou apaixonada pela base da Ruby Rose. Não só a base, como vários produtos dessa linha, mas a Base e o Corretivo são duas preciosidades da minha vida. Tanto pela cobertura quanto pelo preço.

DSCN1826
Base Ruby Rose – Efeito Matte: R$9,99
DSCN2148
Corretivo de Alta Cobertura Ruby Rose – Naked Skin: R$8,99

Outra coisa que eu gosto muito é um olhar bem marcado. Então sempre tenho uma Mascara de cílios, um delineador, um lápis na bolsa. E na minha ultima ida na Avenida 7 eu achei esses dois produtinhos bastante interessantes. Um promete 8x mais volume nos cílios (e cumpre!), e o outro é uma replica muito boa do delineador da Kylie Jenner (fica lindo nas fotos e é muito pigmentado mano).

DSCN2150
Mascara 4D Bella Femme: R$12,90
DSCN2152
Delineador KOKO by Kylie Cosmetics (replica): R$12,99

Mas para tirar todo esse reboco da cara? Eu amo os lencinhos umedecidos. Serio, para mim é uma das melhores coisas que a humanidade ja inventou. Então eu sempre tenho eles comigo na bolsa ou em casa.

DSCN2133
Lenços Removedores de maquiagem Ruby Rose: R$9,99

E sempre rola de comprar aqueles acessórios de maquiagem. Ainda mais se cada um deles estiver em promoção a partir de R$4,99

 

É isso migos. Quando se trata de comprar muito e gastar pouco, o melhor lugar é realmente a Avenida 7, a 25 de Março de Salvador.

Uma dica muito importante para quem está pensando em fazer a festa por lá: Vão com bastante tempo para vocês poderem garimpar pela Avenida de ponta a ponta e depois voltar comprando. Assim você consegue encontrar as melhores promoções.

Um Cheiro e até a próxima!

[Variedades] Você conhece a série “O Doador”?

Você conhece a série O Doador?

(Teve o primeiro livro adaptado para filme com o título O doador de memórias.)

Ela foi escrita pela premiada autora Lois Lowry e é composta de quatro volumes, todos já publicados nos E.U.A. e três no Brasil.

. The Giver – O Doador

. Gathering blue – A escolhida

. Messenger – O Mensageiro

. Son

O Doador, lançado pela Sextante em 2012, foi relançado pelo selo da própria editora, Arqueiro, no ano da adaptação, 2014, com a capa e o título do filme.

  • O doador:

Http://profcarolinalivros.blogspot.com.br/2017/03/o-doador-o-doador-de-memorias.html

https://silenciocontagiante.wordpress.com/2017/03/20/resenha-o-doador-de-memorias-de-lois-lowry-por-carolina/

  • A escolhida:

https://silenciocontagiante.wordpress.com/2017/03/22/resenha-a-escolhida-de-lois-lowry-por-carolina-silva/

  • O Mensageiro:

https://silenciocontagiante.wordpress.com/2017/04/07/resenha-o-mensageiro-de-lois-lowry-por-carolina-silva/

E enquanto aguardamos ansiosamente o lançamento do quarto livro, que tal conhecermos um pouquinho das personagens?

O Doador. Muita responsabilidade. Já foi Recebedor. O conhecimento do qual se vale para orientar o Conselho de Anciãos quando solicitado não provém apenas dos livros os quais dispõe (INÚMEROS!) mas também das memórias do passado do Homem. Memórias belas… memórias dolorosas… “Falhou” com pessoa escolhida como Recebedora anteriormente, que não suportou uma memória de perda e pediu dispensa. O Doador mora sozinho, em um “anexo”. Teve uma filha chamada Rosemary.

Jonas. Escolhido como novo Recebedor. Dentre as regras que recebe: Não pode pedir dispensa. (Ele consegue “ver além”…) Após um ano de “treinamento” com o Doador, encantos, belezas, cores, sentimentos… Guerra, perda, morte, dor, “horrores”, planeja junto ao seu “mestre” sua fuga, para que cidadãos, quem sabe, voltem a ter memórias e consigam compartilhar fardo e sentimentos. Tem seus planos antecipados devido ao conhecimento da dispensa do Gabe.

Gabe. Bebê com problemas para dormir no Centro de Criação. O pai do Jonas ,que trabalha lá, pede autorização para leva-lo durante as noites para a sua casa. Tem olhos claros como os do Jonas e do Doador e consegue tranquilidade para a noite de sono após  Jonas passar fragmentos de memórias para ele. Quando decidem no Centro dispensá-lo na manhã seguinte Jonas antecipa seus planos e foge com ele.

Kira. De outra comunidade. Nasceu cm deficiência em uma das pernas, o que faria cm que fosse “deixada para as feras”, mas a mãe (e avô, que participava d Conselho) não deixou (deixaram). Ela anda com cajado, “meio que se arrastando”. Tem um dom, que se expressa através dos bordados que faz. Este se manifesta enquanto acompanhando a mãe, acometida repentinamente por “algum mal desconhecido”, que a mata. Órfã, perde casa da família (o pai, disseram, tinha sido “morto pelas feras” antes dela nascer) e é levada para morar no prédio do Conselho. Continuará o trabalho da mãe na túnica da História do cantor do Hino da Ruína do Mundo.

*Poderes*. Visão além… Bordado que ganha vida por minuto após feito… Madeira talhada que “mostra”… Voz que deixa quem escuta feliz… e outros mais. Desconhecidos da maioria; conhecidos, apropriados, por outros…

Matt(y). Um menino sem limites, “selvagem”, amigo da Kira, morou no brejo. Ajuda a amiga, que gostaria de encontrar a cor azul para a tintura das suas linhas. Parte além das fronteiras da floresta e encontra o outro vilarejo, citado pela senhora que ensinou as pigmentações para a Kira. Leva a cor azul e outra surpresa para a amiga. Depois parte pro outro vilarejo, onde passa a morar com o Vidente, tornado espécie de pai para ele. Deixa os delitos, mas não o amor pela floresta, animais e sensação de liberdade.

Vidente. Como a maioria da população do vilarejo, não nasceu lá, mas chegou extremamente ferido, com olhos inutilizados. Chamava-se Christopher antes do Líder “batizá-lo” com seu “nome verdadeiro”: Vidente. Perdeu a vida anterior que tinha quando quase perdeu a vida, esposa, criança ainda não nascida… Sente/vê coisas pelas vozes, comportamento, etc. Adotou o Matty como filho e sente saudades da criança que conheceu escondido, anos depois, sua filha.

Floresta. Organismo vivo. Provedora, porém não acolhe a todos igualmente. Transeuntes não tão bem-vindos são machucados, “enxotados” por seus galhos, espinhos, relva. Sempre acolheu Matty como seu, dando caminho, fornecendo alimento, água límpida, quando ele viajava para lá e cá com mensagens. Fica estranha, passa a agredi-lo também, rios-lamas, odor de putrefação, lodos… Adoece e ataca. Fere a Escolhida. Fere o Mensageiro. Morrendo… e matando.

Negociador. Diz-se que antes a feira de troca era alegre… Como grande parte da população do vilarejo, ele é um forasteiro que foi bem acolhido, como todos sempre foram. Há algo por trás das negociações que conduz, os registros no grande caderno, bem como cobranças que faz pessoalmente, depois, de casa em casa. O que quer? O que dará em troca? A família do Ramon, amigo do Matty, está com uma máquina de jogos que “dá doces”… o amigo dele, adoeceu. Que será?!?

Por favor, querida Arqueiro, teremos “presente” nesta Bienal?!?… Deixarei espaço na mala. 😉

 

Um abraço,

Carolina.

[Variedades] Os melhores apelidos românticos para se inspirar!

Ah, o amor está no ar!

Já pensou em como demonstrar carinho pela pessoa que você ama? A companhia que você gosta, está ao seu lado e lhe faz bem, não precisa se prender aos apelidos clichês – pode é claro, aqui o amor é permitido -, usar algo único para se referir a quem você gosta é uma forma de carinho – quando ela gosta, vale ressaltar – remete a ideia de que algum momento do seu dia foi investido para pensar no quão bem aquela pessoa lhe faz.

É pensando nisso que recapitulei meus casais fictícios, selecionei os apelidos mais fora do comum e nas mais distintas línguas para inspirar a sua mente a criar, pesquisar ou utilizar aquela referência para quem ama e melhor ainda, incitar a curiosidade para ler esses livros (a verdadeira intenção aqui é conquistar mais fãs, confesso):

  • Desejo à meia noite – Monisha e beija-flor

desejo a meia noiteA irmã mais velha da família Hathaway protagoniza Desejo à meia noite, o primeiro livro da série dos 5 irmãos mais… excêntricos da sociedade inglesa, mas o foco aqui é o quanto a personalidade de Amelia Hathaway de proteger sua família a leva de encontro com o rom Cam Rohan, o meio-cigano de postura felina, olhar aguçado e fala mansa conquista a sempre determinada Amelia, que aprende aos poucos sobre a cultura dos ciganos em seu romance com Cam, entre isso a forma como ele se refere a ela, um em referência a sua linguagem cigana, seus costumes ciganos, monisha e o outro, beija-flor, devido a natureza impetuosa dela.

– O que essa palavra quer dizer?
Monisha? É um tratamento carinhoso. – Ele mal conseguia raciocinar. – Os rons dizem isso para a mulher com quem têm intimidade.

  • Série A Maldição do Tigre – Priya, Bilauta, Rajkumari, Priyatama (Iadala, Chittaharini, Prema… a lista é extensa)

a maldicao do tigreNa adorada série sobre tigres, misticismo indiano e magia, Collen Houck criou dois príncipes que parecem um sonho encarnado, literalmente, os irmãos Rajaram, Dhiren – Ren para os íntimos – e Kishan foram condenados a uma maldição que perdura por séculos até então, quando Kelsey Hayes desenvolve um laço afetivo único com um tigre branco de circo, a chave para a quebra da maldição parece estar ao alcance, assim como um sem fim de aventuras e seres sobrenaturais, com um bônus (e tanto!) de novas palavras em hindu, com doses generosas de carinho e encanto dos príncipes irmãos.

Rajkumari, quero lhe dizer obrigado. Obrigado por ficar e me ajudar. Você não sabe quanto isso significa para mim.
– De nada – sussurrei. – E o que significa rajkumari?
Ele me lançou um sorriso branco luminoso e habilmente mudou de assunto.

a garota do calendarioA série A Garota do Calendário, retrata os 12 meses da trajetória de Mia como acompanhante de luxo, com os mais diversos homens, em diferente situações e nacionalidades, no segundo volume, que retrata Fevereiro, o par de Mia é um artista francês, com sua forma aberta de pensar e se expressar, ele contratou Mia para ser sua musa, mas não obstante, a forma como ele se refere a ela não deixa pendência, é linda forma dele de valorizar uma pessoa querida, Jolie é a forma em que ela é vista aos olhos do francês.

— Esta noite, ma jolie, foi muito maior do que qualquer coisa que eu já fiz. Estar com você é… é como ter um lugar especial no mundo. Nunca mais vou ter isso de novo. Eu quero que você saiba que tudo isso tem um significado muito forte para mim.

a furia e a auroraNa trama de Renné Ahdieh, conhecemos a trama de Sherazade, a cidadã de Khorasan que assim como todos, sabe da trágica e revoltante realidade do califa, o rei dos reis, que além de jovem é conhecido pelos inexplicáveis assassinatos de inúmeras esposas, para vingar sua melhor amiga, Sherazade arma uma ardilosa trama para conquistar a confiança e então destruir o califa, ela porém não esperava ser também conquistada pela conflituosa e silenciosa personalidade de Khalid, ficando cada vez mais impossível resistir a esses sentimentos e ao carisma do califa, que cada vez mais cativa pela seus carinhosos gestos.

Joonam. Ele já a chamara assim. Meu tudo.
Como na noite em que ela contara a história de Tala e Mehrdad, por que isso tinha um halo de verdade? 

  • Ligeiramente Seduzidos – Chérie

ligeiramente seduzidosNo quarto volume da série dos irmãos Bedwyns da Mary Balogh, a Bedwyn a protagonizar a trama é a Morgan, a beldade da família e a mais nova entre os irmãos, após o seu debute, Morgan acompanha a melhor amiga e família para Bruxelas, em conta da iminente guerra, em meio a permanente tensão e aos suntuosos eventos da alta sociedade, Morgan conhece Gervase, conde de Rosthorn, o inglês com sangue e vivência francesa que parece flertar descaradamente com ela, que por sua vez tenta a todo tempo ler as entrelinhas das ações do conde, enquanto ele utiliza o charme para tentar deleitar a perspicaz Bedwyn.

Gervase estava encostado na parede de pedra, em um dos lados da entrada da gruta, de braços cruzados.
– Chérie – disse, em um tom suave –, você concordou em me dar uma última oportunidade de convencê-la a não me abandonar, a não partir meu coração.

  • A Transformação de Raven – Cassita 

Em paralelo com a série Inferno de Gabriel, Sylvain decidiu se superar e criar a Noites em Florença, que além de conter essência sobrenatural convém a agraciar os leitores não só com a sagacidade do autor em inserir habilmente teorias bem embasadas e uma lógica fenomenal (super fã aqui!), nessa trama o submundo de Florença ganha um novo tom e a encantadora cidade cativa os sentidos pelos olhos de Raven e William, um enredo enriquecido com as personalidades de dois seres distintos, mas companheiros e um romance tenro, ao mesmo tempo cheio de sensualidade,  uma mulher tenaz e um homem misterioso protagonizam essa trama cheia de suspense e de um romance acalentador, Will surpreende com sua habilidade com o latim e sua carinhosa forma de ver Raven.

– Noé soltou o corvo, e o corvo retornou. Se eu fosse capaz de ter esperança, torceria para você voltar para mim. Boa noite, Cassita.

Em Play, o segundo título da série que retrata sobre os músicos mais hilariantes (e quentes) de todos, a Stage Dive, Malcolm Ericsson, o baterista inveterado da banda é conhecido por seu charme e a sua fama de conquistador o precede, porém o destaque da personalidade dele é o humor, ainda não inventaram um ser tão seguro de si e engraçado como Mal, quem descobre isso de forma inesperada é Anne Rollins, que passa a conviver com a personalidade agitada e cheia de humor do homem das formas mais distintas possíveis, todas elas cheias de risadas, o apelido que Malcolm usa para Anne na versão original é abóbora, entretanto a versão nacional em seu lugar é utilizado moranguinho, por uma escolha da editora acredito, no meu coração vai ser sempre abóbora.

— Você a chama de sua abóbora? — A voz de minha irmã estava cheia de temor. — Será que ela realmente responde?
— Bem, ela finge odiá-lo. Mas, secretamente, eu sei que ela adora. O rosto dela fica todo suave e tudo mais.

  • Nove Regras a Ignorar antes de se apaixonar – Imperatriz

nove regras Em Números do Amor, a Sarah persuade deliciosamente o leitor com um jogo sensual e ao mesmo tempo bem humorado com os números, o primeiro narra a trajetória para descobrir os prazeres proibidos ao público feminino no contexto através de Calpúrnia, uma lady cheia de ousadia, porém retraída, em um momento de dar um ‘basta’ nessa monotonia que se tornou sua vida, Callie decide fazer uma lista escandalosa de atividades para cumprir, mesmo pondo sua reputação em risco, ela toma todas as devidas precauções, para cumprir o primeiro item de sua lista, ela vai em busca do homem mais angelicamente devasso de Londres, o marquês de Ralston, Gabriel é um homem cheio de lábia e em um momento de reflexão histórica referente ao nome de Callie, decide lhe chamar de Imperatriz.

– Ainda não desistiria dessa parte dela, Imperatriz.
Callie prendeu a respiração diante do apelido, que trazia consigo uma lembrança difusa de muito tempo atrás.

nutsProtagonizado pela Roxie, Nuts retrata a trajetória da chef que após um incidente envolvendo manteiga – isso mesmo, você leu certo! –  e atendendo o pedido de sua mãe, ela retorna para Bailley Falls, sua cidade natal e lugar que ela temia retornar, mas quando a vizinhança é boa, algumas decisões podem ser bem… repensadas, isso acontece ao conhecer o mais quente agricultor da região, Leo, um interlúdio envolvendo os dois é promissor, melhor ainda quando ele habilmente sabe como incitar a chef com um exótico apelido.

— Me chame disso de novo e eu estarei cancelando a aula de picles — Corri minhas mãos pelo seu cabelo e couro cabeludo, obtendo um gemido satisfeito em resposta.
— Ervilha? Isso te excita? — Perguntou, e eu inclinei a cabeça para cima em sinal de rebeldia.

A noiva do capitaoNo terceiro volume da série Castles Ever After, Maddie cria um noivo perfeito que lhe escreve cartas de seu contingente do exército, o capitão Logan Mackenzie –  ou MacFajuto como ela gostava de brincar nas cartas que ela escrevia para ele – um escocês que se encontra em meio aos combatentes do exército como um apreciado capitão, todavia a mentira tem perna curta, pior ainda, para Maddie tem pernas longas, usa kilt, tem olhos azuis e os mais escandalosos trunfos na manga, mais conhecidos como correspondências, sim! O capitão de Maddie existe e foi em busca de sua noiva, que havia lhe matado (?) heroicamente em suas cartas, afim de dar um fim ao seu passado comprometedor, mas o seu passado sabe como ser persuasivo e encantador com seu gaélico bem aplicado.

— Não sou nenhum fantasma, mo chridhe. Só um homem. De carne e osso.
Mo chridhe. Ele ficava usando essas palavras… Maddie não era fluente em gaélico, mas ao longo dos anos ela aprendeu algumas palavras aqui e ali. Ela sabia que mo chridhe significava “meu coração”.


Tem algum para acrescentar a lista? Conta para mim!